Domingo, 19 de Maio de 2019
EDUCAÇÃO

Greve dos professores: Wilson Lima se reúne com categoria nesta terça-feira (7)

Encontro também terá a presença do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), deputado Josué Neto



wilson_lima_1234_7E3A348E-F59C-4EB2-8F85-ED01C7C1778C.JPG
Foto: Junio Matos

O governador Wilson Lima (PSC) vai se reunir a portas fechadas, nesta terça-feira (7), com representantes do Sindicato de Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam) e do Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus (Asprom Sindical). O encontro de mais tarde foi divulgado pelo chefe do executivo estadual durante o anúncio das medidas de austeridade com a meta de economizar no mínimo R$ 50 milhões ao mês.

A reunião ocorrerá na sede do governo, no bairro Compensa, na Zona Oeste de Manaus. Sobre a greve dos professores que já dura 23 dias, Wilson afirmou que não houve falta de diálogo com a categoria, levando em consideração que ocorreram encontros entre representantes dos professores e os secretários de Educação, Luiz Castro; Fazenda, Alex Del Giglio; e da Casa Civil, vice-governador Carlos Almeida.

“Eles precisam se organizar e entender quem lidera os professores. O governo já apresentou sua proposta [4,74%, taxa 0,81% maior que a proposta inicial] dentro do que é possível fazer. A proposta do governo é o que a legislação me permite fazer. Precisa de sensibilidade dos professores e é preciso saber o que eles querem. Isso não está muito claro”, disse Wilson Lima.

Categoria pede apoio

Mais cedo, a presidente do Sinteam, Ana Cristina Rodrigues, fez um convite em forma de desafio ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), deputado Josué Neto, para que ele intercedesse e participasse da reunião de hoje com o governador Wilson Lima. “Comprometa-se com essa categoria, deputado”, disse Ana Cristina, em seu discurso.

O presidente da ALE-AM estendeu o convite aos demais deputados e disse que vai participar do encontro de logo mais.

Na quarta-feira (8), o Sinteam vai realizar, às 16h, uma assembleia geral para apreciar a proposta do governo e decidir pelo encerramento ou não da paralisação. “Vamos levar o percentual para a categoria que é quem tem o poder de decidir se aceita ou não. Não podemos falar no fim da greve”, afirmou a presidente do Sinteam.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.