Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
publicidade
fametro.JPG
publicidade
publicidade

MEDIDA

Greve dos rodoviários termina, mas obriga instituições de ensino a suspenderem aulas

Instituições de ensino emitiram comunicado informando a paralisão das aulas na tarde e noite desta segunda-feira (4)


Seis instituições de ensino, em Manaus, interromperam as aulas no período da tarde e noite desta segunda-feira (04), devido à greve dos rodoviários, que chegou hoje ao sétimo dia. 

À tarde, os representes dos Sindicatos dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários Coletivo e Urbano de Manaus e no Amazonas (STTRM) e das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram) estiveram reunidos na sede do Ministério Trabalho (MTP), para negociar o fim da greve. A reunião resultou em um reajuste de 5,5%, que será pago a partir do quinto dia útil do mês de agosto.

Ainda na segunda, apenas 47% da frota circulava em Manaus e, de acordo com o assessor jurídico do MPT, Fernando Borges, não foi possível garantir a quantidade de veículos que retornariam às ruas à noite, já que 60 carros foram depredados pela população revoltada.

Mesmo com a garantia do fim da greve, por meio dos sindicatos, várias instituições optaram por manter a decisão de cancelar as aulas, no período vespertino e noturno. Apenas as Instituições de Ensino Superior Uninorte, Martha Falcão e Faculdade Boas Novas seguiram cronograma normal de aulas.

Algumas faculdades iniciam a semana de aplicação das provas nas próximas semanas e, por isso, alunos relataram a indignação diante da situação. A estudante Adrisa de Góes, 21 anos, da Universidade Nilton Lins, ficou indignada com a suspensão das aulas, explicando que desde o início da greve todas as noites os horários estavam sendo reduzidos, devido à incerteza de ter transporte para os alunos retornarem as suas residências. "Eu me senti prejudicada, pois está chegando a semana de provas, e com as aulas reduzidas ou canceladas, mesmo tendo reposição, nunca é a mesma coisa", desabafou. 

Procurada pela redação do Jornal A Crítica, a Nilton Lins informou que os alunos não serão prejudicados com a suspensão e liberações, durante a última semana, e que a direção da instituição já "realizou reunião para analisar o calendário acadêmico", de acordo com a Pró-reitora de Extensão Janaína Braga. 

publicidade

O finalista da Faculdade Fametro Josué dos Santos disse que se sentiu lesado, devido ao cancelamento em cima da hora. "Alguns dias de aula, durante essa semana de greve, foram cancelados em cima da hora, como hoje, por conta de pessoas que não se importam com a população. Você sai de casa, entra no ônibus e antes de chegar ao destino é convidado a descer", declarou. 

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) cancelou as aulas e informou que voltará com as atividades regulares, mediante o real fim da greve. Já a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), assim como as demais, informou que as aulas serão normalizadas já nesta terça-feira.  

Município cancela aula para 15.467 alunos

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou, em nota, que setenta e uma escolas, sendo cinco instituições localizadas nas adjacências do Terminal 4, onde ônibus foram depredados, tiveram que interromper o cronograma escolar desta segunda. Dos 15.467 alunos que não foram as aulas 1.823 estudam à tarde, e 13.664, à noite. 

A Semed comunicou, ainda, que as demais unidades de ensino, que não estavam nas proximidades das manifestações realizaram aula normal e que os 1.823 alunos não terão prejuízos no processo de ensino e aprendizagem, visto que terão às atividades repostas.

A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) também cancelou as atividades letivas nas escolas estaduais, mas informou que, caso haja alguma alteração, irão avaliar a situação para que não haja dano aos alunos.

publicidade
publicidade
Mais de 400 panes por mês ocorrem em coletivos de Manaus, apontam dados da SMTU
Fast e Manaus fazem primeira partida da decisão do Campeonato Amazonense 2019
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.