Publicidade
Manaus
Manaus

Grupo ‘Anjos do amor’ promove atividades de lazer para crianças e cursos de artesanato

Após perder seu filho em 2009, a cirurgiã dentista Mistânia Lôbo resolveu transformar a dor da perda em amor e sorrisos de outras crianças e familiares 08/04/2013 às 09:44
Show 1
Todos os meses, profissionais se reúnem para celebrar os aniversários dos pequenos e promover recreação, como ocorreu na comemoração da Páscoa
CAROLINA SILVA ---

Há quatro anos, o grupo de voluntários “Anjos do amor” contribui com a alegria das crianças carentes do bairro Tarumã, na Zona Oeste de Manaus. O grupo foi formado em 2009 pela cirurgiã dentista Mistânia Lôbo, 49, que resolveu unir familiares e amigos para transformar a dor da perda prematura do filho Silvio Augusto em amor e sorrisos. Por problemas de saúde, Silvio morreu em novembro de 2008, à época com dez anos de idade.

O trabalho voluntário iniciou no dia 4 de abril de 2009, por ocasião do aniversário do filho caçula da cirurgiã dentista. “Nesta data ele iria completar 11 anos de idade. No mês anterior comecei a ficar mais triste porque seria o aniversário do meu filho e ele não estaria conosco. Surgiu, então, a ideia de fazer uma festinha para as crianças daqui do Tarumã como se fosse uma festa de aniversário dele”, contou Mistânia.

Nesse período, a profissional liberal trabalhava numa unidade municipal de saúde do Tarumã. Trabalhou na mesma unidade durante 16 anos. Ao longo do tempo foi se familiarizando com os moradores e percebendo algumas carências da área. Uma delas era a falta de opções de lazer às crianças.

Mensalmente, o grupo de voluntários realiza atividades de recreação com centenas de crianças carentes que moram no bairro do Tarumã. “Fizemos a nossa primeira festinha aqui em homenagem ao Silvio, com 150 crianças. A partir daí resolvemos fazer uma festinha por mês para comemorar o aniversário das crianças daqui, pois a maioria nunca teve uma festa para comemorar o aniversário”, disse a voluntária.

As festas costumam ser realizadas no primeiro ou no segundo sábado de cada mês num terreno emprestado aos voluntários. Além de brinquedos ou outros agrados arrecadados por meio de doações, o grupo também distribui lanches, guloseimas e refrigerantes para a criançada, que não esconde o sorriso de gratidão no rosto. “Eles ficam felizes e eu mais ainda. É um privilégio estar aqui com essa criançada”, declarou Mistânia.

O perfil do grupo na rede social Facebook reúne pouco mais de 400 pessoas. “Algumas delas nunca conseguiram presenciar uma das festas por conta de outros compromissos, mesmo assim contribuem com doações para o grupo”, acrescentou a idealizadora da rede solidária.

No sábado passado, o grupo “Anjos do amor” realizou mais uma festa e reuniu mais de 400 crianças carentes do bairro Tarumã. “Fizemos 450 sacolinhas com chocolates para comemorar a Páscoa com elas”.

Sonho de criar um abrigo infantil

Embora a iniciativa do grupo de voluntários “Anjos do amor” já tenha transformado a vida das crianças do bairro Tarumã e de áreas adjacentes, como Campos Sales, a idealizadora do trabalho voluntário, Mistânia Lôbo, conta que também tem um sonho de criar o “Abrigo Silvio Augusto - ASA”. Para a voluntária, o espaço ajudaria a tirar muitas crianças de situações de risco.

“Qualquer realização começou de um sonho. Tenho sonhado com a criação do abrigo para que essas crianças carentes não fiquem expostas à situações de risco. Por isso, a ideia é que estudem pela parte da manhã e tenham um espaço para realizarem atividades de recreação pela parte da tarde”, disse a voluntária.

Em dezembro de 2011, a menina Pâmela da Silva Ramiro, 5, foi encontrada morta por asfixia mecânica, esganadura, agressão física e estupro. Ela havia desaparecido no dia 24 daquele mês e foi encontrada no dia 25. Segundo Mistânia, a menina sempre comparecia às festas realizadas pelo grupo de voluntários “Anjos do amor”. “Muitas crianças costumam brincar na rua por falta de opção na área. O abrigo afastaria elas desse risco”, comentou a cirurgiã dentista.

Atualmente, o projeto social também realiza oficinas de artesanato para as mulheres do bairro Tarumã. A atividade é realizada uma vez ao mês na casa de uma das voluntárias do grupo para ajudar na renda das famílias.

Publicidade
Publicidade