Publicidade
Manaus
REFUGIADOS

Grupo de 165 venezuelanos desembarca em Manaus para receber acolhimento e apoio

A iniciativa busca ajudar os imigrantes a procurar um local para viver e novas oportunidades de educação e trabalho no Brasil 04/05/2018 às 12:54 - Atualizado em 04/05/2018 às 13:01
Show 1
Foto: Winnetou Almeida
acritica.com Manaus (AM)

Um grupo de 165 venezuelanos refugiados desembarcou em Manaus na manhã desta sexta-feira (4) para receber acolhimento e apoio na cidade por meio de um programa de interiorização do Governo Federal e das Nações Unidas, junto com os poderes municipais e estadual, além da Caritas Arquideocesana de Manaus.

A iniciativa busca ajudar os imigrantes venezuelanos a procurar um local para viver e novas oportunidades de educação e trabalho no Brasil, incluindo a capital amazonense e a cidade São Paulo, para onde foram 68 venezuelanos. Todos os refugiados acolhidos, entre adultos e crianças, foram documentos, imunizados e passaram por exames de saúde.


Foto: Winnetou Almeida

Um dos locais para onde eles foram levados em Manaus é um abrigo na sede da Igreja Santa Catarina de Sena, no bairro Petrópolis, Zona Sul, onde serão acolhidos 121 imigrantes. “Esse trabalho está sendo coordenado pela Caritas com a Acnur (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados). É um abrigo para 121 pessoas na Área Missionária de Santa Catarina de Sena”, disse o vice-presidente da Caritas Caritas Arquidiocesana, Orlando Barbosa.

Segundo ele, outros 30 venezuelanos serão levados para um abrigo no bairro da Glória e outros 16 para outro abrigo no bairro Santo Antônio. “A igreja quer continuar sendo esse sinal de acolhimento, de humanização e solidariedade aos nossos irmãos venezuelanos, que estão precisando desse momento de solidariedade e ajuda”, disse Orlando Barbosa.

Além da estrutura física com dormitórios, energia e água nos abrigos, os venezuelanos contarão com ajuda da Prefeitura de Manaus para alimentação, educação e inserção no mercado de trabalho.


Foto: Winnetou Almeida

*Colaborou o repórter Alik Menezes

Publicidade
Publicidade