Publicidade
Manaus
Manaus

Grupo é preso por cometer latrocínio em loja de construção com ajuda de vendedora

Bando armado roubou dinheiro dos salários dos funcionários e, na saída, um deles atirou e matou o gerente da loja. Um dos integrantes está foragido 02/12/2015 às 11:00
Show 1
Bando foi indiciado por latrocínio e organização criminosa
Joana Queiroz Manaus

A Polícia Civil prendeu cinco pessoas suspeitas de cometer um latrocínio em uma loja de material de construção na av. Autaz Mirim, Zona Leste de Manaus, no dia 5 do mês passado. Durante o assalto, o gerente da loja, Antonio Moreira, foi alvejado e morreu no local. Além dos cinco presos, a polícia procura por outro integrante do bando que está foragido.

De acordo com a Polícia Civil, o crime foi planejado pelo ex-funcionário da loja, Wallace Cavalcante Rodrigues, 25, com a ajuda da namorada dele, que trabalhava como vendedora no estabelecimento, Tatiane Cavalcante Batista, de 22 anos. Wallace e Tatiane foram presos.

Os outros três suspeitos presos são Jardson Felix Souza de Almeida, 39, Gutemberg de Lima Mariano, 27, e Renato Santana dos Santos, 21. Um adolescente de 17 anos também foi apreendido. Todos foram capturados por policiais da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd).


Wallace Cavalcante foi o mentor do assalto. Divulgação

De acordo com a polícia, a vendedora Tatiane foi quem passou informações ao namorado, Wallace sobre a data do pagamento dos salários e a hora que o dinheiro chegou à loja. Wallace chamou os demais suspeitos, que chegaram ao local armados. Eles renderam os funcionários e pegaram o dinheiro e os pertences das vítimas. Na saída, Gutemberg atirou e matou o gerente da loja, Antônio Moreira.

Todos foram indiciados por latrocínio e organização criminosa e serão levados para a cadeia pública de Manaus. O adolescente foi encaminhado à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai). O foragido é Jonatas Lopes Aquino.


Jonatas Aquino está sendo procurado. Divulgação

Publicidade
Publicidade