Publicidade
Manaus
Manaus

Grupo invade, destrói e assalta UBS no bairro Armando Mendes

Mesmo ao lado de residências e no mesmo quarteirão que as sedes das polícias Civil e Militar, ninguém ouviu ou percebeu que a Unidade de Saúde estava sendo depredada e roubada 27/03/2015 às 14:50
Show 1
O consultório de odontologia foi o mais depredado da UBS Geraldo Magela
VINICIUS LEAL Manaus

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Geraldo Magela, na rua I do bairro Armando Mendes, Zona Leste de Manaus, foi invadida, assaltada e parcialmente destruída na madrugada desta sexta-feira (27). Portas, cadeiras e equipamentos foram quebrados e vários aparelhos médicos e eletrônicos roubados.

A UBS, que fica no mesmo quarteirão que o 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e a 25ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), já tinha sido assaltada ano passado, e mais uma vez foi alvo de depredação. O horário exato do crime e a quantidade de assaltantes não foi confirmada. As câmeras de segurança e os alarmes da UBS também foram quebrados.

“Essa unidade é próxima a residências, e ninguém ouviu? Tem casas bem na frente. Com certeza os moradores ouviram e não fizeram nada”, relatou um funcionário da UBS, que não quis se identificar. Mesmo tendo ocorrido de madrugada, e estando perto a um DIP e uma Cicom, a polícia só chegou à unidade de saúde após as 7h desta sexta, segundo funcionários


Computadores, impressoras, monitores, TV, instrumentos médicos, material de expediente e remédios foram roubados e outros depredados. Dentro da UBS, vários setores tiveram portas arrombadas e objetos revirados: os consultórios de odontologia e de enfermagem, secretaria, diretoria geral, sala de pediatria e a farmácia.

Segundo o funcionário que não quis se identificar, os bandidos entraram pela porta dos fundos da UBS. “Nós estamos à mercê, correndo risco”, lamentou o entrevistado. De acordo com ele, a unidade de saúde tem cerca de 20 salas e setores, aproximadamente 40 funcionários e não é vigiada por agente de segurança

O atendimento ao público foi suspenso na UBS nesta sexta (27) e não tem previsão para retornar. O prejuízo com o assalto ainda não foi estimado. A assessoria deimprensa da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) foi contatada pela reportagem e prometeu emitir um pronunciamento. O caso deverá ser investigado pela polícia.


Publicidade
Publicidade