Publicidade
Manaus
FLAGRANTE

Grupo que fazia arrastões na Morada do Sol é preso com armas, celulares e R$ 197

Uma mulher, um adolescente e três homens foram presos pela polícia durante abordagem realizada no conjunto de classe média-alta da cidade, nesta terça-feira 11/07/2017 às 11:33 - Atualizado em 11/07/2017 às 12:05
Show whatsapp image 2017 07 11 at 11.17.30
Prisão aconteceu na manhã desta terça-feira (Foto: Divulgação)
Amanda Guimarães Manaus (AM)

Quatro pessoas foram presos e um adolescente apreendido na manhã desta terça-feira (11), suspeitos de realizarem assaltos em diversos estabelecimentos no conjunto Morada do Sol, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus.

João Evangelista Queiroz Guedes, 23, Orlean Galdino da Rocha, 27 anos, Aquiles Alves Lira, 32 e Thaís Viera Machado, 25, foram apresentados no 16° Distrito Integrado de Polícia (DIP). 

Segundo o aspirante da 16ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Kennedy Barros, a viatura da corporação foi acionada por populares. "Estávamos fazendo o patrulhamento e um cidadão nos parou contando o que tinha acontecido. Logo descemos a Avenida Via Láctea, próximo ao colégio Adalberto Vale, e realizamos a abordagem. Eles estavam em Fiesta Sedan vinho. Fizemos a revista e encontramos outros materiais", disse.

Foto: Gilson Mello 

Com os suspeitos foram encontrados dois revólveres 38, cinco celulares e uma quantia de R$ 197.

O tenente do 16º DIP ainda acrescenta que os suspeitos realizaram um arrastão pelo bairro. "Eles fizeram pelo menos cinco vítimas. Roubaram um panificadora e barbearia, onde levaram dinheiro e celulares dos clientes. O carro que eles estavam também foi apreendido", disse. 

Uma das vítimas, o músico Rodolfo Almeida, 31, comentou que foi um dos que chamou a polícia. "Estava na barbearia. Eles chegaram por volta das 10h30. Percebi que era assalto, porque eles estavam sem barba e cabelo cortado. O outro entrou na padaria. Ele pediu sanduíche, brigadeiro, pão de queijo e ainda pediu uma cerveja. Apontou uma arma na minha cabeça", comentou o cliente.

No total, cinco pessoas foram ao distrito policial registrar a ocorrência. 

Publicidade
Publicidade