Sábado, 25 de Maio de 2019
Manaus

Grupo reinaugura hospital com foco materno-infantil após aporte de R$ 8 milhões, em Manaus

O grupo Hapvida Saúde reinaugurou nesta semana o Hospital São Lucas, em Manaus, e planeja abrir uma nova unidade ainda este semestre



1.gif
Salas para partos humanizados estão entre os destaques do novo hospital
14/01/2016 às 11:56

Com aporte de aproximadamente R$ 8 milhões, o Hospital São Lucas, que compõe a infraestrutura  do grupo Hapvida foi reinaugurado nesta quinta-feira (14) em novo formato. A unidade localizada no bairro de Aparecida, na zona sul de Manaus, passa a funcionar  com foco exclusivo  em atendimento   materno-infantil.

A reformulação do prédio inclui 60 novos leitos, salas de emergências, duas salas equipadas e adaptadas para realização de partos humanizados e unidades de terapia intensiva (UTI), área pediátrica e neonatal. Também foram contratados, segundo o grupo, 450 novos profissionais de diversas especialidades para atender a carteira de usuários de Manaus, estimada em 230 mil pessoas.

De acordo com o diretor superintendente da rede hospitalar e diagnóstico da Hapvida, Cláudio  de Simone, o investimento faz parte do aporte global destinado para a capital amazonense, que no ano passado foi de R$ 40 milhões. O volume de recursos representa quase 27% de tudo o que o grupo empresarial aplicou, ao longo de 2015, nos 11 Estados em que atua nas regiões Norte e Nordeste do País.


Cerimônia de inauguração. Foto: Antônio Menezes

“O São Lucas é parte do nosso projeto de crescimento, em termos de estrutura, para Manaus. Há dois anos compramos o hospital e nos dedicamos em adequar a unidade para nosso plano de especialização da rede. Escolhemos a maternidade e a pediatria para ser o foco do hospital pela demanda dos nossos clientes e da população”, explicou.

Novos investimentos

Além da entrega do hospital, que já está em operação, a superintendente regional da Hapvida, Tarita Dourado, informou que está prevista ainda para o primeiro semestre deste ano, uma nova unidade de Pronto Atendimento (PA) e ampliação de unidades já existentes, como os seis PA’s  na zona Leste que passam a funcionar na próxima segunda-feira (18) e mais um no bairro Cachoeirinha, na zona Sul de Manaus, além de  uma nova central de atendimento ao cliente, também previsto para janeiro.

Investimentos como o do grupo empresarial podem vir como forma de driblar a crise. Em 2015, o segmento de planos de saúde, segundo a Abramge, pode ter fechado com menos 500 mil usuários, entre planos individuais e corporativos


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.