Publicidade
Manaus
Resgate

Grupo se perde na mata após invadir Reserva Adolpho Ducke para pegar patauá

Uma equipe do Corpo de Bombeiros, composta por quatro militares do Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente, já está na reserva realizando buscas 14/04/2016 às 13:41 - Atualizado em 15/04/2016 às 10:57
Show adolpo
Reserva Florestal Adolpho Ducke
Rafael Seixas Manaus (AM)

O Corpo de Bombeiros foi acionado na manhã desta quinta-feira (14) para resgatar um grupo de quatro pessoas que teria se perdido na Reserva Florestal Adolpho Ducke, localizada no bairro Cidade de Deus, na Zona Norte de Manaus.

Segundo informações repassadas por familiares à Corporação, os desaparecidos são Isaías Procópio da Silva, de 23 anos; Ian Hugo Lima Melo, de 13; Gabriel, 17; e Charles, 25, que teriam entrado na mata para pegar patauá.

Eles teriam entrado no local ainda na manhã desta quarta-feira (13). Familiares notaram o desaparecimento deles na noite de quarta e acionaram as autoridades na manhã de quinta-feira.

Uma equipe composta por quatro bombeiros militares do Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente estão em deslocamento para o local da ocorrência para encontrar com William Costa da Silva, pai de Isaías, com fins de pegarem mais informações a respeito dos desaparecidos e o local exato onde eles teriam entrado na mata.

Conforme informações repassadas por familiares de Isaías, um grupo de moradores também já está na mata, desde as 7h de hoje, realizando buscas por conta própria.

Mistérios da reserva

No dia 23 de março deste ano, os adolescentes Wendril Brito e Wilker Marques se perderam na reserva após invadirem o local para tomar banho em um igarapé na companhia de amigos.

Em março do ano passado, oito crianças sumiram dentro do local depois de adentrá-lo para brincar e se perderam. Na ocasião, os próprios pais entraram na mata à noite para resgatá-las.

Antes disso, em outubro de 2013, um grupo de menores também desapareceu na reserva. Eles teriam saído da escola e decidido “gazetar” aula, partindo rumo ao igarapé que corta a reserva e ficando perdidos.

Publicidade
Publicidade