Publicidade
Manaus
Manaus

Homem aparta briga de casal e é morto minutos depois

A vítima estava em uma confraternização e não aceitou ver a mulher ser agredida pelo marido, que o ameaçou. Ao sair do local, Fábio foi atingido por dois tiros na cabeça 09/08/2013 às 10:55
Show 1
O corpo de Fábio de Souza Ferreira foi levado ao Instituto Médico Legal (IML)
Bruna Souza Manaus, AM

Fabio de Souza Ferreira, de 26 anos, morreu após apartar uma briga entre um casal em uma confraternização na madrugada desta sexta-feira (9), no bairro da Raiz, Zona Sul de Manaus. Segundo populares, o homem seria supostamente policial militar e teria agredido a esposa durante o evento. Fábio se meteu na briga para salvar mulher e depois que saiu do local foi abordado por homens em dois carros que atiraram e o atingiram com dois tiros na cabeça.

De acordo com a polícia, testemunhas informaram que a vítima não aceitou ver a mulher sendo agredida e foi separar a briga. O marido e suposto policial militar ameaçou Fábio que saiu do local, onde acontecia a comemoração na rua Aires de Almeida, em companhia do primo, identificado como Mauro Ferreira, 32.

Segundo o primo, ao chegarem à avenida Silves, nas proximidades da empresa Amazon Aço, dois veículos, um Kadett e um Honda Civic, ambos de cor preta e placas não identificadas, pararam e atiraram contra Fábio. Ele foi atingido no rosto por dois tiros de uma pistola PT-40, de uso exclusivo da Polícia, e chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu ao dar entrada no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Zona Sul.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e o caso foi registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que vai investigar o caso.

Outro homicídio

O foragido do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), Rosimar de Sá Portela, 29, também foi morto na madrugada desta sexta-feira (9), na rua Gurupi, bairro Redenção, Zona Centro-Oeste de Manaus. De acordo com a polícia, ele foi atingido por cinco tiros disparados por um revólver calibre 38, que atingiram o abdômen, a perna e a cabeça.

Policiais militares da 17ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) estiveram no local e segundo testemunhas, Rosimar dirigia uma motocicleta, de cor cinza e placa NOR-9098, quando foi atingido pelos tiros disparados por um homem não identificado. O assassino fugiu após o crime e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investigará o caso.

Publicidade
Publicidade