Publicidade
Manaus
Manaus

Homem com extensa 'ficha corrida' é preso novamente, agora por tráfico de drogas

Geibson Marinho Branco já foi preso por roubo e é acusado de matar um homem durante um assalto 04/08/2015 às 18:46
Show 1
Os policiais deslocaram o homem até o 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), para os devidos procedimentos.
Kamyla Gomes Manaus (AM)

Após denúncias anônimas, Geibson Marinho Branco, de 28 anos, conhecido como ‘Tio Jaime’, foi preso por tráfico de drogas, por policiais militares na noite da última segunda-feira (3), na avenida Presidente Dutra, bairro São Raimundo, Zona Oeste de Manaus. O homem acumula passagens por roubos na polícia e é acusado de matar um homem.

Conforme policiais da 5° Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o denunciante disse que no local sempre havia o uso de drogas e que recentemente estavam fazendo a comercialização dos entorpecentes. Os policiais, então, foram até o endereço, constaram a veracidade da denúncia e flagraram Geibson Branco.

Quando percebeu a presença da polícia, Geibson ainda fugir a pé, mas não obteve êxito. Com ele, foram apreendidas 14 trouxinhas de erva seca, supostamente maconha, 32 trouxinhas de substância pastosa, aparentemente pasta base, e uma trouxinha grande da mesma substância.


Os policiais conseguiram apreender drogas e dinheiro com o suspeito. Foto: Divulgação/PM

“Um mototaxista identificado somente como ‘Ulisses’ tentou ajudar na fuga do Geibson, mas não conseguiu e deixou o ‘Tio Jaime’ para trás”, afirmou um policial que participou de ação. Após a prisão, os policiais levaram o homem até o 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde ficará à disposição da Justiça.

Passagens

No site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), consta que o ‘Tio Jaime’, já tem passagem pela polícia pelo crime de latrocínio, ocorrido em 2011. Geibson é acusado de matar com um tiro um comerciante identificado como Denilson Soares, de 53 anos, após o homem ter se recusado a entregar um cordão de ouro. Ainda conforme consta no TJ-AM, o homem também tem passagem pelo crime de roubo majorado, ocorrido em dezembro do ano passado.

Publicidade
Publicidade