Publicidade
Manaus
Manaus

Homem é morto a tiros por ‘ex-fornecedor’ de drogas na Compensa, Zona Oeste

Populares contam que homem era conhecido no bairro como traficante. Outro crime vitimou um empresário do ramo de transportes em Manacapuru. Sobrinho de vítima diz que suspeitos entraram na casa para roubar 12/10/2014 às 21:02
Show 1
"Sibriti" foi velado em residência no bairro Compensa, Zona Oeste da capital
JOANA QUEIROZ Manaus (AM)

Um homem identificado como Ozenilson Castro de Almeida, o “Sibriti”, foi executado na noite deste sábado (11) com cinco tiros disparados por dois homens não identificados que ocupavam uma motocicleta de características não identificadas. De acordo com a polícia o crime foi motivado por dívida de tráfico. Até o final da tarde deste domingo (12) a polícia ainda não tinha conseguido identificar os autores do crime.

Sibriti foi assassinado por volta das 19h em frente à casa dos pais, na rua São Paulo, bairro Compensa I, Zona Oeste. Testemunhas contaram que ele estava sentado na calçada do vizinho quando chegaram os dois homens, chamaram pelo nome dele e em seguida fizeram os disparos. O homem veio a óbito no local.

Familiares não quiseram falar sobre o crime neste domingo. Uma irmã da vítima identificada Kátia da Silva, 62, disse que não sabia nada sobre a vida do irmão, pois ele não tinha lugar certo para morar. “Nós não sabemos de nada sobre ele e nem quem são as pessoas que o mataram”, disse a mulher.

Sibriti era conhecido no bairro como traficante. Informações preliminares conseguidas no local do crime é que ele foi morto por um traficante que durante anos fornecia droga para ele, mas como a qualidade da droga ‘não estava muito boa’, Sibriti teria procurado outro fornecedor e o ex prometeu matá-lo.

Sibriti foi preso pela última vez em 2009 em cumprimento a um mandado de prisão pela morte de Nelson da Silva Moraes, o “Peruano”, que ele teria praticado com outros identificados como Gutemberg Reis de Almeida e Wallace Rafael Castro de Almeida.

Manacapuru

Outro crime do homicídio ocorrido na noite deste sábado (11) foi do empresário do ramo de transporte Lourival Oliveira, 20, morador do bairro Liberdade, Manacapuru (a 84 km de Manaus) assassinado com um tiro no peito em sua residência.

Na ocasião, dois homens invadiram a sua casa durante a madrugada e o filho dele reagiu travando luta corporal com um deles. O segundo fugiu pelos fundos da casa. O criminoso viu a vítima na cozinha e atirou contra dela pelo vidro da janela. O tiro atingiu o peito e a vítima morreu na hora.

Tiago Lima sobrinho da vítima disse que há suspeita de que os criminosos entraram na casa para roubar. O tio tinha o costume de guardar o dinheiro de sua empresa em casa.

Publicidade
Publicidade