Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
publicidade
1.png
Mauro Jean de Vasconcelos Ribeiro, 26, foi assassinado na noite deste sábado (4)
publicidade
publicidade

Manaus

Homem é morto após ter celular roubado na Zona Leste de Manaus

De acordo com a família da vítima, o rapaz tinha saído da igreja para comprar um lanche, quando foi rendido por dois assaltantes, que tentaram roubá-lo


05/04/2015 às 14:03

O estudante universitário Mauro Jean  de Vasconcelos Ribeiro, 26,  foi assassinado na noite deste sábado (4), no bairro Valparaíso, na Zona Leste, por causa de um celular. De acordo com a família da vítima, o rapaz tinha saído da igreja para comprar um lanche, quando foi rendido por dois assaltantes, que tentaram roubá-lo. O rapaz usava celular modelo S4.

Gileade de Vasconcelos Martins, primo de Mauro, contou que o universitário já estava voltando do comércio quando os assaltantes, que estavam armados em uma motocicleta,   o pararam na rua Japará e pediram o celular. “O Mauro pegou o celular e jogou para o meio da rua, aí os bandidos ficaram com raiva, provavelmente. Um deles deu o primeiro tiro no meu primo, desceu da moto, pegou o celular, e depois voltou e deu outro tiro no peito dele”, contou o rapaz, que foi o primeiro a socorrer a vítima. Os assassinos fugiram do local.

O jovem foi socorrido e levado ao Hospital de Pronto-Socorro Platão Araújo, localizado na avenida Autaz Mirim, no Jorge Teixeira, na mesma zona, mas quase duas horas depois, ele morreu. O corpo do universitário foi velado durante a manhã de ontem, em uma igreja evangélica, na mesma rua onde o crime aconteceu, e da qual Mauro participava.

No local, familiares e amigos estavam revoltados. “Não temos palavras para descrever o que estamos sentindo. Estamos revoltados porque nos sentimos impotentes diante de uma barbaridade dessas”, relatou o irmão mais velho da vítima, Oziel Ferreira de Vasconcelos, 40.

publicidade

Os moradores do local também reclamaram da falta de policiamento na área. Eles disseram que os assaltos têm sido freqüentes, principalmente pelas manhãs, quando as rotas passam para levar os trabalhadores do Distrito Industrial.

Mauro Jean estava se formando e Bioquímica e pretendia se casar ainda neste ano. Para a família, um sonho foi destruído. O caso foi registrado, inicialmente, na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), mas deve ser transferido para a Delegacia  Especializada em |Roubos e Furtos (DERF), já que o caso se trata de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte.



publicidade
publicidade
Homem que matou vizinho em estância é condenado a 15 anos de prisão
Homem é executado a tiros ao lado de uma igreja, no São Raimundo
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.