Publicidade
Manaus
Manaus

Homem é morto com pancadas na cabeça dentro do imóvel que alugava para eventos na ZN

O microempresário também era taxista e foi encontrado morto na tarde desta segunda-feira (18). A família estava preocupada desde domingo pois a vítima não havia retornado para casa 18/11/2013 às 19:41
Show 1
Microempresário e taxista Adroaldo Barbosa de Oliveira é encontrado morto na Zona Norte
Jaíze Alencar Manaus (AM)

O microempresário e taxista Adroaldo Barbosa de Oliveira, 37, foi encontrado morto com uma pancada na cabeça no bairro Águas Claras 1, na Zona Norte de Manaus, na tarde desta segunda-feira (18).

A casa onde o crime ocorreu fica localizada na Rua E5 (conhecida como rua Antunes Maciel) e pertence ao taxista e sua família dele, que alugavam o espaço para a realização de eventos.

Além do empreendimento, Adroaldo trabalhava como taxista pela empresa Tucuxi Rádio Taxi.

A polícia acredita que a vítima tenha sido golpeada com uma forte pancada na cabeça enquanto estava na área externa da residência, próximo da piscina e da churrasqueira, e que em seguida o corpo tenha sido arrastado para um dos cômodos da casa.

De acordo com vizinhos, o local tinha sido utilizado para eventos na última quinta-feira (14).

A assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que a vítima teria ido ao local no domingo por volta das 13h para verificar se o local estava limpo, pois havia sido alugado para festas, e não havia mais retornado.

A família, preocupada, foi até o imóvel na tarde desta segunda-feira (18) e ao chegarem no estabelecimento encontraram o corpo de Adroaldo em um dos quartos da casa.

A vítima foi encontrada apenas de cueca e ao lado do corpo a polícia também achou um pedaço de madeira e um terçado, possivelmente utilizados para golpear a cabeça do taxista até a morte.

Os objetos foram levados pela equipe de perícia da Polícia Civil para investigações. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs), que investiga o caso, já tem suspeitos e até a publicação desta matéria estava em procedimento para prendê-los.

Funcionário da empresa Tucuxi Rádio Taxi

A Tucuxi Radio Taxi informou que Adroaldo sempre aparentou ser um funcionário tranquilo e estava há três anos trabalhando na empresa.

A última corrida feita por ele que a empresa tenha conhecimento foi na quarta-feira (13).

Publicidade
Publicidade