Publicidade
Manaus
ZONA SUL

Homem é perseguido e executado a tiros por grupo no bairro Raiz

Segundo a Polícia Militar, o crime está relacionado com a guerra das facções criminosas Família do Norte (FDN) e Comando Vermelho (CV) 12/09/2018 às 19:43 - Atualizado em 12/09/2018 às 20:05
Show morto 79661133 af99 452a a0c6 f48d2ae88168
Foto: Divulgação
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Um homem ainda não identificado foi executado com vários disparos, na noite de quarta-feira (12), em Manaus. O crime aconteceu na rua Nova, próximo da Ponte do Peixe, no bairro Raiz, Zona Sul da cidade. O crime, segundo a Polícia Militar, está relacionado com a guerra das facções criminosas Família do Norte (FDN) e Comando Vermelho (CV).

Segundo a 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a vítima estava na rua, quando foi surpreendida por homens fortemente armados. “As testemunhas relataram para nós (PM), que o homem saiu correndo na rua e que uns três homens armados o seguiram e dispararam diversas vezes nele”, relatou o tenente da área, que preferiu manter o nome em sigilo.

De acordo com ele, o crime é mais um que tem envolvimento com a guerra das facções. “Isso é guerra do tráfico, das facções criminosas”, disse o oficial da Polícia Militar. O número de disparos não foi divulgado pelo Departamento de Polícia Técnico Científico (DPTC) e o corpo foi removido minutos depois para o Instituto Médico Legal (IML).

Até o fechamento desta edição, o homem ainda não havia sido identificado por familiares. Parte da Zona Sul é dominada por traficantes da FDN, que lutam pelo domínio do tráfico de drogas no Estado. A Família do Norte vem em constante guerra com o Comando Vermelho (CV), que chegou a ser seu aliado no crime, mas por desavenças entre as lideranças, as duas facções romperam e brigam pelo comando do tráfico.

Na primeira quinzena de 2017, quase 60 pessoas ligadas ao tráfico de drogas foram executadas em diferentes bairros da Zona Sul. Segundo a Polícia Civil, todos os crimes foram decorrentes de rixas de integrantes do CV e FDN. Na época os traficantes chegaram a dar toque de recolher nos bairros. O principal acusado de cometer a matança e ordenar mortes na Zona Sul foi Kaio Wuelligton Cardoso dos Santos, o Mano Kaio, que é suspeito de estar cometendo novos crimes. Ele havia sido preso no Rio de Janeiro, mas conseguiu fugir da cadeia e já é suspeito de estar matando novamente os rivais.

Publicidade
Publicidade