Publicidade
Manaus
CENTRO DE MANAUS

Homem é preso com oito quilos de maconha em barco no Porto de Manaus

A embarcação era oriunda de Tabatinga, distante 1.105 quilômetros da capital, e a maconha do tipo skunk estava nas bagagens de Martins Ferreira Roraima, 25. 11/06/2018 às 19:48
Show homem 123
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Contratado para transportar drogas de Tonantins para Manaus, Martins Ferreira Roraima, 25 anos, foi preso em flagrante com oito quilos de maconha, na tarde desta segunda-feira (11), em um barco no Porto de Manaus, no Centro. A embarcação era oriunda de Tabatinga, distante 1.105 quilômetros da capital, e a maconha do tipo skunk estava nas bagagens de Martins. Os policiais também apreenderam um revólver calibre 38.

A prisão foi efetuada por policiais da Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). De acordo com o secretário executivo de Operações, tenente-coronel da Polícia Militar, Klinger Paiva, o homem foi recrutado por um pescador para trazer os entorpecentes a Manaus.

“O homem embarcou na comunidade de São José, próximo ao município de Tonantins. Ele foi recrutado por um pescador, que disse que um homem não identificado o procuraria quando embarcasse na cidade e lhe daria R$ 5 mil em espécie pelo serviço”, disse.

Martins foi encaminhado ao Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), na Delegacia Geral da Polícia Civil do Amazonas, localizado na avenida Pedro Teixeira, no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste, para a realização dos procedimentos cabíveis.

Ainda segundo o secretário da Seaop, as denúncias podem ser feitas através dos números de denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). “A população vem contribuindo efetivamente para o combate ao tráfico de drogas e ao crime organizado em nossa capital e no interior. O cidadão de bem pode continuar fornecendo informações sigilosas através do 181, o Disk-Denúncia da SSP-AM ou no (92) 99345-2848, esse último coordenado diretamente pela Seaop”, disse Klinger Paiva.

Publicidade
Publicidade