Publicidade
Manaus
Manaus

Homem é preso com pistola furtada de agente da Polícia Federal no bairro Cidade Nova

A prisão de Rony Nunes Villa Corta, 38, ocorreu no último sábado (6). Rony foi autuado em flagrante por receptação e porte de arma de uso restrito 08/02/2016 às 17:22
Show 1
Na foto, Rony Nunes Villa Corta
Acritica.com Manuas

A Polícia Civil do Amazonas, por meio do delegado titular da Delegacia Interativa de Coari (DIP), Mauro Duarte, em parceria com integrantes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) prendeu em flagrante no último sábado (6), por volta das 17h, Rony Nunes Villa Corta, 38, por receptação e porte de arma de uso restrito.

De acordo com a autoridade policial, a prisão de Rony ocorreu em Manaus, no momento em que o infrator trafegava pela rua 197 do Conjunto Águas Claras, bairro Cidade Nova, zona Norte de Manaus. O homem dirigia uma pick-up modelo L200 Triton, de cor cinza escuro e placas PHE-5576. 

“O carro em questão estava sendo procurado pelo polícia há pelo menos cinco dias, pois tínhamos a informação de que um foragido da Justiça da Comarca de Coari, chamado Jony Jogir Villa Corta, teria sido visto conduzido o veículo em Manaus. O homem em questão estava sendo procurado por envolvimento em tentativa de homicídio ocorrida em janeiro deste ano em Coari”, explicou Mauro Duarte.

Após visualizar o veículo, o delegado pediu reforço de integrantes do Grupo Fera, equipe de elite da Polícia Civil do Estado. Ao perceber que estava sendo seguido, Rony empreendeu fuga e estacionou o veículo na Rua 197 onde, horas depois, acabou sendo preso. No interior do carro foi encontrada uma pistola modelo Glock, furtada de um agente da Polícia Federal em dezembro do ano passado.

Em depoimento, Rony afirmou que o carro pertence à irmã de Jony, que possui mandado de prisão em aberto por tentativa de homicídio. Jony e Rony têm passagem pela polícia por envolvimento em homicídio ocorrido em 2002 no município de Coari, distante 363 quilômetros em linha reta de Manaus.

Rony foi autuado em flagrante por receptação e porte de arma de uso restrito. Ao término dos procedimentos legais ele será conduzido à sede da Superintendência Regional da Polícia Federal do Amazonas, onde irá prestar esclarecimentos. Em seguida, o infrator deverá ser levado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Publicidade
Publicidade