Publicidade
Manaus
TRÁFICO DE DROGAS

Homem é preso em Manaus com carga de 40kg de maconha avaliada em R$ 170 mil

Delegado informou que a carga seria distribuída nas zonas da capital. A droga foi embarcada em São Paulo de Olivença 20/10/2018 às 14:14
Show maconha 42c19bfb 1699 4e6b 8304 bd5d706c5005
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Robenilson Ramos Moreira, 24, foi preso em flagrante transportando cerca de 40 kg de maconha do tipo skunk no porão de uma embarcação vinda de Tabatinga, município distante 1.108 quilômetros em linha reta da capital. O representante do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), delegado Paulo Mavignier, afirmou que a carga está avaliada em aproximadamente R$ 170 mil.

Ainda de acordo com Mavignier, a carga seria distribuída nas zonas da capital. A autoridade policial disse, ainda, que o comandante da embarcação não tinha conhecimento do entorpecente. A droga foi embarcada em São Paulo de Olivença, município distante 985 quilômetros em linha reta de Manaus. Em depoimento, o infrator alegou que receberia a quantia de R$ 27 mil pelo transporte.

As equipes de investigação chegaram até Robenilson por meio de delação anônima, informando que uma embarcação chamada “Itaberaba”, vinda de Tabatinga, estaria transportando entorpecentes. A prisão ocorreu em Manaus.

“Após a delação, conseguimos fazer a abordagem ontem por volta das 21h, nas proximidades da Orla de Manaus, Zona Sul da capital. Essa droga estava escondida no porão da embarcação, em uma área de difícil acesso. Ao realizarmos revista e ao indagar o tripulante responsável pelo porão, ele abriu para a polícia. Então, conseguimos apreender todo esse material que estava camuflado na estrutura da embarcação”, explicou Mavignier. 

Robenilson foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos cabíveis no departamento, será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, Zona Sul da capital.

Operação Banzeiro

De acordo com o delegado Denis Pinho, diretor de inteligência da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai), o trabalho ordenado entre as instituições vai continuar, com objetivo de identificar embarcações que fazem esses transportes de drogas pelos rios do Amazonas.

“Esse trabalho é um fruto de uma operação que vem sendo deflagrada há meses, a operação "Banzeiro", que já teve um saldo de mais de duas toneladas de drogas apreendidas durante essas ações pontuais e estratégicas que realizamos nas investigações de inteligência”, pontuou Pinho.

Publicidade
Publicidade