Publicidade
Manaus
Polícia, Assassinato, Tentativa de homicídio, 1º DIP, 7ª Cicom

Homem é preso minutos após cometer assassinato, na Zona Sul de Manaus

Na ocasião da abordagem Júnio Martins drogas e um aparelho celular, que de acordo com os policiais, tocou no momento da prisão e um homem falou: “Pô mano você derrubou dois na frente do bar”, desligando em seguida 01/02/2013 às 15:42
Show 1
Júnior Martins foi preso minutos após o crime, dentro de um ônibus de linha
Thiago Monteiro e Síntia Maciel Manaus

Júnior Martins de Oliveira, 18, o “Dentinho” foi encaminhado na manhã desta sexta-feira (1º), à cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus, pelo envolvimento na morte de Anderson Batista de Oliveira, 35, e também na tentativa de homicídio de Everson da Silva Carlos, que foi ferido na nuca.

Os crimes aconteceram nessa quinta-feira (31) à noite, durante um tiroteio no bar da Bilú, localizado na rua São Luis, no Morro da Liberdade, Zona Sul de Manaus.

Conforme as informações preliminares da polícia, “Dentinho”, foi preso dentro da linha 419, ônibus na avenida Buriti, no Distrito Industrial, por policiais militares da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

A prisão ocorreu após uma denúncia anônima de uma testemunha que presenciou o crime no bar, e seguiu o suspeito.

Na ocasião da abordagem Dentinho portava 26 trouxinhas de pasta-base de cocaína, duas trouxinhas de maconha e um celular, que de acordo com os policiais, tocou no momento da prisão e um homem falou: “Pô mano você derrubou dois na frente do bar”, desligando em seguida.

O suspeito foi encaminhado ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Praça 14 de Janeiro, na Zona Sul de Manaus, onde foi autuado por homicídio, tráfico de entorpecentes e tentativa de homicídio.

Uma testemunha do crime, confirmou em depoimento,ter visto Dentinho e um outro rapaz chegando próximo ao bar, efetuando os disparos contra as vítimas, correram em seguida e entrando em um veículo modelo Pálio, de cor vermelha e placas NOO-6310.

O carro utilizado na fuga foi abandonado na rua São Vicente, no bairro São Lázaro, também na Zona Sul.

Ainda segundo a polícia, um outro suspeito foi detido, mas liberado em seguida, por não haver provas que pudessem liga-lo ao homicídio de Anderson e a tentativa de homicídio contra Everson.

Publicidade
Publicidade