Publicidade
Manaus
Manaus

Homem é preso suspeito de se masturbar na frente de menino de 6 anos em banheiro de shopping

Ele foi liberado por falta de provas, segundo a Polícia Civil, mas vai responder a um inquérito policial aberto para investigar as circunstâncias do ato libidinoso 09/12/2014 às 17:56
Show 1
Aos policiais militares, o suspeito confessou o crime
Girlene Medeiros Manaus (AM)

Daniel da Costa Libório, 21, foi detido suspeito de se masturbar em frente a um menino de seis anos de idade na manhã desta terça-feira (9). A situação aconteceu em um banheiro masculino de um shopping situado na avenida Djalma Batista, bairro Chapada, Zona Centro-Sul.

O homem foi liberado por falta de provas, segundo a Polícia Civil, mas vai responder a um inquérito policial aberto para investigar as circunstâncias do ato libidinoso. O caso foi atendido por policiais militares da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

O comandante da 22ª Cicom, capitão Bruno Dayvison, informou que Daniel estava no banheiro quando a criança e o pai do menino, de 34 anos, entraram no local. O pai contou à polícia que, quando ia saindo do banheiro, flagrou Daniel se tocando e se mostrando para o menino.

A partir de então, o homem contou o que viu à equipe de seguranças do centro comercial que acionou a equipe da 22ª Cicom, responsável pela detenção do suspeito. “Ele disse que tinha ido ao shopping para deixar a carteirinha de estudante de um primo. Tudo aconteceu por volta de 9h. Pouco tempo depois nós fomos avisados da ocorrência pelos seguranças do local”, afirmou o capitão Bruno Dayvison.

Aos policiais militares, Daniel confessou o crime. Em um vídeo gravado pelos policiais da 22ª Cicom, ele assumiu ter cometido a masturbação em frente à criança e chegou a descrever o ato libidinoso. “Eu baixei as minhas calças e passei a me mostrar sozinho para a criança”, confirmou.

O homem foi encaminhado à sede da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), localizada na Zona Oeste. A criança e o pai do menino devem ser ouvidos pela polícia. Conforme informações disponíveis no site do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (Tjam), Daniel da Costa Libório não possui antecedentes criminais.

Publicidade
Publicidade