Publicidade
Manaus
Manaus

Homem mata a mulher a facadas e se suicida em seguida na Zona Norte de Manaus

De acordo com familiares, o crime foi motivado por ciúmes. A mãe da vítima se fingiu de morta e conseguiu sobreviver. O crime revoltou familiares e vizinhos  30/05/2015 às 12:19
Show 1
Emília foi morta por volta de 00h30 deste sábado (30), no quarto da casa onde morava, na rua Glacê, bairro Novo Israel
Joana Queiroz ---

A auxiliar administrativa Emília Machado Bezerra, 27 foi assassinada a facadas pelo companheiro o vigilante Daniel Pereira da Silva, 30, que ainda tentou matar a sogra Lúcia Bezerra, com sete facadas e depois se suicidou enforcando-se em uma corda. O crime foi presenciado pela filha do casal de cinco anos de idade.

De acordo com familiares, o crime foi motivado por ciúmes. Emília foi morta por volta de 00h30 deste sábado (30), no quarto da casa onde morava, na rua Glacê, bairro Novo Israel, Zona Norte. A mãe dela, se fingiu de morta e conseguiu sobreviver. O crime revoltou familiares e vizinhos da vítima.

Segundo familiares e vizinhos, Daniel controlava os passos da companheira pelo celular e vivia dizendo que faria uma chacina na casa dele. Os dois já viviam juntos havia mais de dez anos. Nos últimos dias Emília vinha conversando com a família dizendo que estava disposta a se separar de Daniel por não suportar mais viver com as ameaças que vinha recebendo.

Os vizinhos contaram que por volta da meia-noite de ontem eles  ouviram gritos de Emília pedindo socorro e dizendo que Daniel estava lhe matando. Alguns correram para ver o que estava acontecendo e quando chegaram à casa encontrara o casal morto, a sogra caída na cozinha e a criança gritando para que chamassem a polícia que o pai tinha matado a mãe dela.

Emilia e a mãe ainda foram levadas para o pronto socorro Dona Delphina Aziz, mas ela já estava morta. A mãe recebeu cuidados médicos, e recebeu alta por volta das 10h de ontem. Abalada a mulher não quis falar como aconteceu o crime.  


Publicidade
Publicidade