Publicidade
Manaus
Acidente fatal

Homem morre afogado após carro que dirigia cair de balsa em porto no Educandos

Ele trabalhava sem registro na balsa há duas semanas e não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH), segundo informações da Polícia Civil 05/10/2016 às 11:17
Show 45
O Corpo de Bombeiros resgatou o corpo quatro horas depois do acidente (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Luana Carvalho Manaus (AM)

Marcos da Silva Neto, 29, morreu na manhã desta quarta-feira (5) após o carro que ele manobrava em uma balsa no Porto do Demétrio, bairro Educandos, Zona Sul, ter caído no Rio Negro, em uma profundidade de 27 metros. Ele trabalhava sem registro na balsa há duas semanas e não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH), segundo informações da Polícia Civil. 

O acidente aconteceu por volta das 6h. De acordo com testemunhas, ele foi manobrar um carro de um dos clientes da balsa, mas por falta de pratica, passou direto e caiu no rio. O Corpo de Bombeiros resgatou o corpo quatro horas depois, por volta das 10h.

"Recebemos a primeira ligação às 8h30, mas o acidente aconteceu por volta das 6h. A dificuldade de resgate foi grande pois o carro estava  a 27 metros de profundidade, com os vidros fechados e portas travadas. O mergulhador precisou localizar o carro primeiro, depois quebrar os vidros para fazer o resgate", relatou o cabo Daniel Araujo, do Corpo de Bombeiros.

Segundo ele, o carro é uma camionete modelo Cherry e está localizada embaixo da balsa. "O nível de dificuldade foi grande, levando em consideração a escuridão embaixo do rio. Porém, mesmo que tivesse sido mais rápido, ele não teria chance de sobreviver por conta da profundidade. 30 segundos numa profundidade de 27 metros é o suficiente para causar óbito", frisou.


                                                                  (Foto: Euzivaldo Queiroz)

Ao todo, 4 homens participaram da operação. A tia do rapaz, Maria Auxiliadora da Silva, 66, foi avisada por parentes que moram no município de Coari. "Nossa família toda é de lá e a mãe dele me pediu para vir verificar. É uma situação muito triste ver um sobrinho nesta situação", disse, desolada.

O investigador Sander Vanzeller, do 2° Distrito Integrado de Polícia (DIP) informou que testemunhas serão ouvidas e o caso será investigado pela delegacia.

Publicidade
Publicidade