Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
ZONA CENTRO-OESTE

Homem morre em troca de tiros com policiais militares no bairro Alvorada, diz PM

Equipe da 10ª Cicom fazia ronda no local e informou ter sido recebida a tiros pelo rapaz que veio a óbito. Alguns moradores contestam versão da Polícia Militar



WhatsApp_Image_2018-07-23_at_19.29.00.jpeg Foto: Reprodução
23/07/2018 às 19:37

Ricardo de Souza, 23, foi morto após trocar tiros com policiais da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), no final da tarde desta segunda-feira (23), na avenida Desembargador João Machado, bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus. A informação foi repassada pelo capitão Andrei Oliveira, da 10ª Cicom.

De acordo com o capitão, policiais da unidade que estavam em ronda na região foram recebidos a tiros pelo rapaz e revidaram a agressão. Na troca de tiros, o homem foi baleado e não resistiu aos ferimentos.

“A área fica próxima ao local onde há uma semana um grupo encapuzado passou e tentou realizar dois homicídios. Nós reforçamos as rondas na área, pelo acontecido”, comentou.

Segundo o capitão Andrei, os policiais envolvidos na ocorrência não identificaram se outras pessoas também efetuaram disparos contra a guarnição. O óbito foi confirmado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que esteve no local.

Alguns moradores da área afirmaram que Ricardo trabalhava como ajudante de pedreiro, não era bandido e acusaram a Polícia Militar de forjar o local onde ele foi encontrado. O corpo de Ricardo estava com um revólver na mão e com o dedo no gatilho.

De acordo com o capitão Andrei, pessoas que queiram testemunhar sobre o ocorrido podem comparecer ao 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP), que também fica no bairro Alvorada, onde o inquérito sobre a morte foi instaurado.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.