Sábado, 07 de Dezembro de 2019
Manaus

Homem vai registrar ocorrência em delegacia e acaba preso

Cristiano ficou surpreso ao saber que não voltaria mais pra casa. Ele e a mulher foram registrar uma ocorrência contra o vizinho que os ameaçou de morte depois do casal ir até a dele cobrar uma dívida no valor de R$ 50



1.jpg Cristiano será encaminhado à cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus ainda nesta quinta-feira (20)
20/06/2013 às 14:21

O vendedor de lingerie, Cristiano Oliveira Reis, 25, pensou que estava com a ficha limpa na polícia após passar três anos sem ‘aprontar’ em Manaus. Ele compareceu no fim da tarde de quarta-feira (19) no 21º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para registrar um Boletim de Ocorrência (B.O) contra o vizinho que lhe ameaçou depois de cobrar uma dívida de R$ 50, quando descobriu que ficaria preso.

De acordo com a delegada titular do 21º DIP, Patrícia Ventilari, o suspeito havia sido preso em 2010, mas não cumpriu a pena na Casa do Albergado, localizada no bairro da Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus. Cristiano possuía um mandado de prisão expedido na Vara de Execuções Penais e outro na 11ª Vara Criminal, ambos pelo crime de furto.



Cristiano ficou surpreso ao saber que não voltaria mais pra casa com a esposa, que o acompanhou até a delegacia. Ele e a mulher foram registrar uma ocorrência contra o vizinho, que não teve o nome revelado, que os ameaçou de morte depois do casal ir até a casa dele cobrar uma dívida no valor de R$ 50. A casa fica localizada na rua Artur Virgílio, no bairro Vila da Prata, Zona Oeste de Manaus. O vizinho havia comprado lingeries da dupla há dois meses e desde então, estava enrolando para pagar.

Cristiano será encaminhado à cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus ainda nesta quinta-feira (20).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.