SAÚDE

Hospital Getúlio Vargas atendimentos de média e alta complexidades

Aumento no repasse feito pelo governo estadual é de cerca de R$ 2,7 milhões. Novos atendimentos serão feitos de forma gradual

Portal A Crítica
18/12/2020 às 22:14.
Atualizado em 09/03/2022 às 11:03

(Foto: Divulgação/Ebserh)

O Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), a Secretaria de Saúde do Amazonas (SES) e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) assinaram na última quarta-feira (16) o novo convênio da unidade hospitalar com o Sistema Único de Saúde (SUS). A ação possibilitará a expansão da capacidade de atendimentos na média e alta complexidades, que tem influência direta também no ensino e na pesquisa.

“Temos a missão de ensinar na medida em que realizamos assistência. E assistir na medida em que estamos ensinando. O lucro da evolução e das melhorias fica para a sociedade brasileira. Temos que fazer o bem. Esse é o grande objetivo. Na medida em que o HUGV for ampliando seus atendimentos estaremos cada vez mais presentes na vida do povo do estado do Amazonas”, destacou o presidente da Ebserh, Oswaldo Ferreira.

Impacto em números

A contratualização vai auxiliar na redução de filas de consultas, exames e cirurgias eletivas da rede estadual. O aumento no repasse pela SES é de cerca de R$ 2,7 milhões, o que representa um acréscimo de 10,5% com relação ao último contrato.

Os aumentos nos atendimentos serão feitos de forma gradual. Na média complexidade ambulatorial, por exemplo, a expectativa é que a assinatura gere um incremento de cerca de 20 mil procedimentos por ano com finalidade diagnóstica, ampliando a oferta de exames de laboratório clínico, radiologia, ultrassonografia, dentre outros.

Em outro exemplo, haverá a possibilidade de aumentar cerca de 19 mil procedimentos de alta complexidade em nefrologia por ano, incluindo os procedimentos clínicos e cirúrgicos, com destaque para as sessões de hemodiálise.

“O hospital universitário tem um cunho voltado para o ensino e a pesquisa e esse contrato é importante para darmos as condições necessárias para os alunos e, na contrapartida, garantir assistência para o nosso povo. O documento que estamos assinando abre a possibilidade de avançar em outras áreas e recuperar a questão do transplante renal e o transplante de córneas, por exemplo, que temos vontade de atingir”, destacou o governador do Amazonas, Wilson Lima.

Tendo ainda em vista a finalização da segunda etapa das instalações do novo prédio do HUGV, a perspectiva é que sejam celebrados novos acordos, por meio de aditivos contratuais, a fim de incorporar a ampliação ou a oferta de novos serviços pelo hospital, na medida em que passem a ser disponibilizados.]

*Com informações da assessoria de imprensa

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por