Publicidade
Manaus
SAÚDE PÚBLICA

Hospital oferece gratuitamente teste rápido para diagnósticos de hepatites B e C

Fundação Hospital Adriano Jorge, localizado na Cachoeirinha, realiza os testes nesta quarta-feira (26), das 8h às 15h, como parte das ações do Julho Amarelo 26/07/2017 às 10:16 - Atualizado em 26/07/2017 às 10:23
Show julho amarelo
Foto: Euzivaldo Queiroz
Isabelle Valois Manaus (AM)

Como uma das ações do Julho Amarelo, mês também dedicado ao combate das Hepatites Virais B e C, a Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), localizado na Cachoeirinha, na Zona Sul de Manaus, oferece nesta quarta-feira (26) o teste rápido para diagnóstico de ambas hepatites. A ação teve início às 8h e seguirá até as 15h. Conforme a coordenação da ação, pelo menos 1 mil teste deverão ser feitos durante o dia de hoje.

Este é o segundo ano que a FHAJ faz parte da campanha. No ano passado dos mil testes realizados durante a ação, 8 deram positivos para os vírus. Segundo a coordenadora da ação na unidade hospitalar, a hepatologista Cristina Melo Costa, ambas as hepatites virais são curáveis quando descoberta logo no início. O problema que ambas são silenciosas e quase não apresentam sintomas.

Qualquer posto de vacinação realiza o teste rápido. De acordo com a hepatologista, há no Brasil desde 1989 a vacina para o vírus da hepatite B. São três doses da vacina e pode ser encontrado em qualquer posto de vacina da cidade. As pessoas que nasceram antes de 1989 provavelmente não foram imunizadas contra o vírus, por conta disso a especialista orienta a realização do teste e a imunização.

Para a hepatite C, Cristina informou que há desde 2015 na rede pública de saúde, tratamento com medicamentos específico. “Vale ressaltar que para realizar o teste não é necessário passar por consulta médica. A pessoa só precisa procurar qualquer posto de vacinação e pedir para realizar o teste. É preciso estarmos alerta para as hepatites virais, por isso que o Ministério da Saúde tem investido em campanhas e orientações para população. Quanto mais cedo os casos são diagnosticado, menos damos a hepatite pode ocasionar ao indivíduo”, disse a coordenadora da ação no FHAJ.

Publicidade
Publicidade