Domingo, 19 de Maio de 2019
PARA ATRAIR HÓSPEDES

Hotéis de Manaus reduzem tarifas e fazem promoção online neste fim de ano

Sites com reservas promocionais de hotéis mostram que a capital amazonense já tem 38% de quartos reservados para o fim do ano



TURISMO_VALENDO088.jpg
Gerente do Intercity, Alêo Almeida, diz que setor tenta se adaptar às dificuldades e que redução de tarifa não é solução. Winnetou Almeida
28/12/2016 às 05:00

Com 2016 finalizando como um dos anos mais difíceis para o setor hoteleiro, sites com reservas promocionais de hotéis mostram que a capital amazonense já tem 38% de quartos reservados para o fim do ano. Na internet, hotéis oferecem tarifas especiais para o Réveillon.  

De acordo com o gerente geral do Intercity Manaus, Alêo Almeida, a taxa de ocupação se mantém em baixa. “Tivemos uma queda muito grande na ocupação. A nossa média está em 30%. Na virada do ano que nós temos uma recuperação de 65%”, disse.

Para melhorar o movimento, o hotel apostou em promoções para que mais clientes possam desfrutar do final de ano e aquecer o setor. “Estamos fazendo promoções nos sites e a compra direta no hotel pode ser feita com as promoções anunciadas. É a melhor forma de atrair mais clientes”, contou Almeida.

O Gerente Geral do Hotel Go Inn, Adriano Mourão, destaca que a redução das tarifas foi a solução encontrada pelo setor hoteleiro para não sucumbir à crise econômica que o País atravessa. “Cada hotel está tendo que ‘se virar’ para conseguir manter o seu negócio funcionando. Assim como qualquer negócio, o hotel precisa de entrada de capital e a nossa dificuldade tem sido criar essa demanda para a cidade, se adaptar à nova demanda que foi criada, uma demanda reduzida”, enfatizou.

Porém, Mourão é contra a redução dos valores de tarifas. “Baixar tarifa não é solução, mas, infelizmente, é como o mercado hoteleiro tem reagido à crise. Se fizer a análise das tarifas dos últimos três anos, mostra que a diária que praticamos hoje é a diária de 2011. Estou cobrando as tarifas de cinco anos atrás e o valor de mercado subiu 10, 20, 30, 40%. Então a viabilidade do negócio está difícil”, ressaltou o gerente geral.

Os hotéis têm se adaptado para o público que está cada vez mais criterioso e com menos dinheiro, tornando a hospedagem e viagens como atividade secundárias, segundo Mourão. “[...] não só pela falta de dinheiro, mas pelas tecnologias de hoje. As pessoas conseguem fazer reuniões por ferramentas como skype, o próprio Whatsapp. A hotelaria e o turismo tiveram que se adaptar a essa nova realidade e baixar a tarifa, infelizmente”, afirmou.

Reserva fácil nas agências digitais
As “Online Travel Agencies” (OTA – Agências Online de Turismo) como Booking.com e Trivago.com intermedeiam a reserva de hotéis. Elas possuem uma “cota” diária de apartamentos para oferta. No entanto, a venda das cotas nos sites não significa que o hotel esteja lotado. “Elas (agências online) têm um número de apartamentos por dia e vai sendo alimentado quando é vendido. Por isso, às vezes consta como havendo muita reserva ou como se não tivesse nenhuma”, esclareceu o gerente geral Alêo Almeida.

 Os valores dos quartos comercializados são semelhantes nos sites. “Nas agências online podemos ver como as tarifas estão padronizadas. Todos os hotéis cobram diárias com valores muito parecidos”, explicou o gerente geral do Go Inn, Adriano Mourão.

Kleuton Silva - Gerente geral do Wyndham Garden Manaus
A  característica aqui, localmente, é muito diferente   do resto da cidade. Então os hotéis que estão um pouco mais distantes da cidade, dessa área festiva de Manaus, acabam que no final do ano a ocupação tende a baixar mesmo, que é natural. Aqui não, aqui é o inverso. Quando chega no final do ano, a ocupação dá uma aumentada, por questões da área festiva que Manaus tem nessa época. Nós temos 370 apartamentos, sendo que 132 ficam sob responsabilidade da administradora que opera o hotel. Nós estamos estimando uma faixa de 1500 pessoas, entre moradores, hóspedes e convidados por conta da ceia.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.