Publicidade
Manaus
Limpeza

Igarapés do 40, Redenção e São Raimundo passam por limpeza

Durante toda essa semana mais de 80 trabalhadores estão mobilizados para ação 22/07/2016 às 18:11
Show  ndice
No igarapé do 40, o trabalho coordenado pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) se estende por toda a área por onde passa o rio, como o bairro Santa Luzia (Fotos: Márcio James/Arquivo Semcom)
acritica.com

O serviço de limpeza de igarapés realiza nesta sexta-feira (22)nova intervenção na Orla do São Raimundo e Manaus Moderna e nos igarapés do 40 e Redenção. Durante toda essa semana mais de 80 trabalhadores estão mobilizados para ação.

No igarapé do 40, o trabalho coordenado pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) se estende por toda a área por onde passa o rio, como o bairro Santa Luzia (zona Sul). Já na Redenção (zona Centro-Oeste), as equipes passam pela Rua Goiânia.

Essa modalidade, que retira lixo acumulado de dentro do leito dos rios e realiza melhorias no entorno, é considerada um dos principais serviços da limpeza pública municipal, por buscar preservar os córregos e rios que passam pelos bairros.

“Todo lixo jogado nas ruas vai parar nos igarapés, matando o ecossistema existente nesses locais e poluindo os rios maiores, já que todos os córregos fluem para essas áreas. É um serviço caro e pouco eficiente, já que dias após a limpeza, o lixo volta a se acumular”, explicou o secretário da Semulsp, Paulo Farias.

Desde o início do ano, foram coletadas 2.441 toneladas de resíduos sólidos dos igarapés e córregos de Manaus, com média de 16.3 toneladas por dia, em uma extensão executada de 65.1 km. O custo médio neste serviço é de R$ 792.130.37por mês.

*Com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade