Publicidade
Manaus
Manaus

IML registra dez mortes em menos de 24 horas

O último homicídio registrado aconteceu na Zona Sul de Manaus, quando Davison de Souza Meireles, de 19 anos, foi atingido por uma facada no peito pelo vizinho, após ter se recusado a dar R$ 2 para o suspeito 26/06/2013 às 09:06
Show 1
O Instituto Médico Legal (IML) registrou nove mortes na cidade de Manaus e mais um corpo encontrado em Iranduba em menos de 24 horas
Bruna Souza Manaus, AM

Em menos de 24 horas, o Instituto Médico Legal (IML) registrou nove mortes na cidade de Manaus, sendo que destas, quatro foram por arma de fogo, duas por agressões físicas, uma por arma branca, um enforcamento e mais um corpo encontrado no município de Iranduba (localizado a 25 quilômetros de Manaus), vítima de afogamento, totalizando dez mortes no período.

Entre as mortes registradas está o homicídio por arma branca que aconteceu por volta das 21h40 na rua Esperança, beco São Luís, bairro Japiim II, Zona Sul de Manaus, quando Davison de Souza Meireles, de 19 anos, foi atingido por uma facada no peito pelo vizinho, identificado como Jorge Pinheiro Lima, de 23 anos.

De acordo com o sargento Cézar Barbosa da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que atendeu a ocorrência, populares informaram que o principal suspeito estava sobre o efeito de bebida alcoólica quando pediu R$ 2 emprestados. A vítima se recusou a dar o dinheiro para Jorge, que ficou bravo e começou a discutir com Davison. No meio da discussão, o acusado pegou uma faca e atingiu o peito do rapaz.

Davison chegou a ser levado até o Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio, mas faleceu por volta das 22h45 na unidade hospitalar. O corpo foi removido para o IML e aguarda liberação da família para o sepultamento. A polícia procura pelo acusado, que está foragido.

Outro homicídio aconteceu na rua Louveira, no bairro do Zumbi dos Palmares III, na Zona Leste de Manaus, por volta das 18h. A vítima identificada como Fagner da Silva Souza, de 25 anos, foi atingida por quatro tiros e morreu ainda no local. O caso foi registrado no 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e segundo a polícia, a autoria do crime é desconhecida.

Assalto acaba em morte

Na tarde de terça-feira (25), dois assaltantes morreram após serem atingidos por tiros durante uma perseguição policial. A dupla e mais dois homens não identificados havia assaltado uma joalheira localizada no supermercado Carrefour do bairro de Flores, na Zona Centro-Oeste de Manaus. Depois de roubarem R$ 60 mil em joias, eles foram perseguidos por policiais militares da 12º Cicom e Força Tática quando foram abordados na rua Itaúna. Os homens atiraram contra as viaturas. Um dos corpos, identificado como sendo de Diego dos Santos Castro, de 25,  foi liberado na manhã desta quarta-feira (26) para o enterro e o outro corpo, do assaltante conhecido apenas como ‘Tiago’ continua no instituto, aguardando liberação da família.

Criança morre

A criança Ana Bianca de Araújo Gomes, de 6 anos, morreu também durante a tarde de terça-feira(25) após ser internada durante a madrugada com um tiro na cabeça. A menina foi atingida enquanto dormia ao lado dos familiares em casa, entre os becos Antonio Passo de Miranda e Paysandu, no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus. 

Segundo informações da polícia, dois homens foram até a casa de Ana supostamente com o objetivo de matar o padrasto da vítima, que teria envolvimento com furtos e o tráfico de drogas da área. Um dos três tiros disparados pegou na criança que dormia no quarto.

Ana Bianca foi levada ao Hospital da Criança Joãozinho, na Zona Leste, e não resistiu ao procedimento cirúrgico para retirada do projétil que ficou alojado na cabeça.

Corpo

O corpo de Arnaldo Andrade da Silva, 50, foi encontrado na manhã de terça-feira (25), boiando em um igarapé do município de Iranduba. De acordo com a polícia, o exame de necropsia apontou morte por afogamento.

Publicidade
Publicidade