Publicidade
Manaus
Manaus

Impeachment de Dilma: Movimento espera reunir 40 mil pessoas em evento

Até agora, mais de 30 mil pessoas de Manaus já confirmaram pela Internet presença no evento que ocorrerá no próximo domingo (16) 11/08/2015 às 15:57
Show 1
Em abril, manifestantes protestaram em Manause e em diversas capitais
Saadya Jezine Manaus (AM)

Com a expectativa de reunir 40 mil pessoas somente em Manaus, no próximo domingo (16), movimentos oriundos de redes sociais se articulam para mobilizar a população em prol do impeachment da presidente Dilma Rousseff. O ato é nacional. A concentração será a partir das 14h na Praça do Congresso e o percurso será em direção a Avenida Djalma Batista, onde um palco será montado para dar continuidade ao ato.

Segundo a organização nacional do evento, a manifestação pedirá a investigação completa e o fim dos sucessivos esquemas de corrupção. O movimento Vem pra Rua (VPR) também cobrará a responsabilidade da presidente Dilma pelas promessas não cumpridas feitas durante a campanha pela reeleição, em 2014, e pelas “pedaladas”, que estão em julgamento no Tribunal de Contas da União (TCU), podendo configurar crime de responsabilidade fiscal.

Para o coordenador do VPR em Manaus, Julio Lins, a manifesto do dia 16 está fortalecido pela reprovação da Dilma, “que entra para a história como a presidente com maior índice de rejeição”, destaca o representante. O aprofundamento da crise econômica e da crise política reflete a indignação generalizada, onde alguns partidos anunciaram a saída da base aliada - na semana passada foi a vez do Partido Democrático Trabalhista (PDT) e do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

Na página oficial do evento no Facebook, mais de 30 mil pessoas já confirmaram participação, mas a expectativa é que o público seja maior. “Essa manifestação está sendo organizada pelos movimentos de rua”, destaca Bruno Raphael Matos, líder do movimento em Manaus.

O evento se constitui através da aliança de 58 líderes de movimentos em todo o Brasil. A organização do evento destaca a manifestação como democrática, espontânea e suprapartidária. Segundo eles, não é possível estimar uma quantidade exata de participantes, mas em todos os grupos do Facebook, somam mais de 150 mil pessoas de todo o Brasil que confirmaram presença no evento.

Mobilização popular

Kleber Romão, um dos organizadores do evento em Manaus, destaca que a coordenação local conta com apoio direto de aproximadamente 300 pessoas. “São cidadãos que unidos representam mais de 20 movimentos populares que pedem a saída da Presidente Dilma Rousseff, seja pela renúncia, pelo impeachment ou cassação de seu mandato”, afirma.

“Sobram motivos e materialidade para que a atual presidente seja afastada do cargo. Entendemos que existem forças de todas as ordens que estão lutando para que isso não aconteça. Esperamos que no dia 16 de agosto, tenhamos um recorde de pessoas nas ruas da cidade de Manaus”, finaliza.

Publicidade
Publicidade