Publicidade
Manaus
Saúde Pública

Vacinação contra o HPV está disponível nas Unidades Básicas de Saúde

Meta da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) é vacinar mais de 100 mil meninos de 12 e 13 anos no Amazonas 14/03/2017 às 11:05 - Atualizado em 14/03/2017 às 11:06
Show vacina  2
Assim como aconteceu com as meninas, a estimativa da FVS é levar a vacinação às escolas públicas para os meninos
Isabelle Valois Manaus (AM)

Desde janeiro deste ano, meninos entre 12 e 13 anos entraram na prioridade de vacinação contra o Vírus do Papiloma Humano (HPV). Conforme a coordenadora estadual do Programa de Imunização da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Izabel Nascimento, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), tanto da capital como também do interior do Estado, estão abastecidas com as doses de vacina. 

Os dados do Ministério da Saúde (MS) revelaram que no Amazonas há, em média, 84, 3 mil crianças que precisam se imunizar, mas Nascimento contesta e afirma que esse público-alvo passa de 100 mil crianças.  “Sabemos que esses dados podem passar por uma alteração e por isso estamos encaminhando doses acima da média, para evitar que falte”, disse a coordenadora.

Ela explicou que incluir os meninos no cronograma de vacinação é um meio de combater a disseminação do vírus HPV, que causa câncer de colo uterino nas mulheres e, nos homens, pode provocar problemas sérios na laringe ou ocasionar, até mesmo, o surgimento de câncer de pênis.
 “Então, as famílias que tiverem crianças nessa faixa etária, devem procurar qualquer Unidade Básica de Saúde para realizar a imunização desses meninos”, orientou Nascimento. 
Documentos
O responsável pela criança deverá apresentar o cartão de vacinação na unidade de saúde. Caso, o menino não tenha a carteirinha, será necessário levar um documento de identificação (identidade ou certidão de nascimento) para retirar uma nova via do cartão. 

“Nossa ideia é que este jovem não contraia o vírus para que ele não desenvolva as doenças e nem transmita o HPV para as meninas. Logo, o único meio de evitar é imunizar, por isso pedimos a ajuda dos pais e responsáveis para que eles levem seus filhos até a unidade de saúde para receber a imunização, tudo de forma gratuita. Para garantir que atingiremos a meta, todos os municípios do Estado estão abastecidos com as doses de vacina desde o início do ano”, garantiu.

Assim como as meninas, meninos devem tomar 2 doses

Conforme a coordenadora estadual do Programa de Imunização da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Izabel Nascimento,  assim como as meninas, os meninos precisam  tomar duas doses da vacina: a segunda seis meses depois da primeira.

Ainda de acordo com a coordenadora da FVS, o planejamento para levar a campanha de imunização até as escolas públicas, de forma imunizar o maior número possível de estudantes, está em fase final e deve ser divulgado nos próximos dias. 

Nascimento reforçou que, apesar de a campanha deste ano ser voltada à imunização dos meninos de 12 e 13 anos,  as meninas de  9 a 14 anos que ainda não foram vacinadas contra o vírus HPV precisam procurar uma UBS para receber a imunização. “ A mesma regra serve para elas: após seis meses, essa menina precisará tomar a segunda dosagem da vacina”, reforçou,  sobre a vacinação contra o HPV.

 

Publicidade
Publicidade