Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
Fiscalização

Guaritas nos acessos da Ponte Rio Negro foram inauguradas sem fiscalização de radar

Expectativa é que os módulos fixos de apoio, além da fiscalização de trânsito, também reforcem a segurança no local, evitando roubos



share_big_show_ponte_rio_negro_1EE070CE-641E-447C-812F-0E7E7243E4C2.JPG No primeiro dia de funcionamento, a reportagem não encontrou agentes com radares (Foto: Clóvis Miranda)
30/11/2016 às 05:00

Com a implantação de dois módulos fixos na cabeceira da Ponte Rio Negro, na Zona Oeste de Manaus, que vão abrigar os policiais do Batalhão de Trânsito (BTran) da Polícia Militar e agentes do Departamento Estadual de Trânsito  (Detran), a expectativa é  que a segurança no local seja reforçada.

Apesar de ter sido anunciado que agentes do Detran-AM farão fiscalização com radares móveis na ponte, nenhum agente foi localizado fazendo o monitoramento com o equipamento na tarde de ontem, o primeiro dia de funcionamento dos módulos fixos de apoio.

Até o fim da tarde de ontem, pouco mais de 20 autos de infrações foram aplicados pelos policiais do BTran. As principais infrações foram por falta do uso do cinto de segurança, veículo em mau estado de conservação e carteira de habilitação vencida.

O diretor-presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, afirmou que até o fim do ano, a iluminação e o monitoramento eletrônico também serão reativados para garantir que os pedestres continuem a realizar atividades físicas em segurança no local.

"Agora, a iluminação da ponte  também será responsabilidade do Detran-AM. Nos últimos anos, todo o cabeamento da ponte foi furtado e nós já providenciamos uma empresa para fazer o levantamento do que precisa ser reposto. Em 15 dias, a iluminação deve ser restabelecida no local", detalhou. 

Com a iluminação reposta e a implantação dos módulos, Feitoza acredita que a segurança nos dois lados da ponte vai ser influenciada. "Além dos policiais, também vão  ficar lá agentes do Detran e da Perícia. Em casos de acidentes, essa equipe mais próxima vai ser descolada para liberar a via, sem causar transtornos para as demais vias da cidade", explicou Leonel Feitoza.

Ontem, as instalações dos dois módulos ainda estavam sendo finalizadas. No entanto, os servidores que atuam na região afirmaram que a estrutura vai não só humanizar o trabalho dos agentes, como também melhorar o atendimento  aos cidadãos. 

A estrutura implantada na Ponte Rio Negro substituiu aos contêineres que antes ficavam no local. Em maio deste anos, os três  contêineres  que funcionavam como posto de atendimento e fiscalização foram retirados pela empresa responsável por falta de pagamento. 

Outras vias
Segundo Leonel Feitoza, outros corredores viários como as avenidas do Turismo, Torquato Tapajós, Torres e AM-010 também vão receber a implantação de módulos. Apesar disso, nenhuma data específica foi divulgada por ele. Em dias normais, cerca de 900 veículos trafegam pela ponte  para fazer a travessia Manaus-Iranduba e demais municípios da Região Metropolitana.

Entenda o caso
Em maio deste ano,  os três contêineres que ficavam instalados tanto na cabeceira da ponte quanto na entrada do município de Iranduba foram removidos, na época, por falta de pagamento dos alugueis.  No entanto, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) chegou a emitir nota explicando que o motivo da retirada foi a crise econômica, que obrigou o Estado a suspender o contrato com a empresa locadora.

Os contêineres, que eram utilizados não só como abrigos pelos policiais e fiscais da Arsam, também serviam como base administrativa das duas instituições que realizam fiscalizações rotineiras tanto na ponte como na rodovia Manoel Urbano (AM 070). Com a retirada, policiais e fiscais da Arsam ficaram acomodados improvisadamente.

R$ 4,8  milhões
Foi o valor que o governo do estado pagou para a empresa Guimarães Fernandes Ltda pelos dois módulos fixos instalados na cabeceira da ponte, na Compensa, na Zona Oeste, e na entrada do município de Iranduba. A empresa foi contratada por meio de um processo licitatório.

Apesar de ter sido anunciado que agentes do Detran-AM farão fiscalização com radares móveis na ponte Rio Negro, nenhum agente foi localizado fazendo o monitoramento com o equipamento na  tarde de ontem.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.