Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019
Manaus

Incendiado há 15 dias, veículo foi abandonado pelo proprietário no canteiro central, em Manaus

O Peugeot 206, destruído pelas chamas e abandonado pelo dono na alça viária que liga as avenidas das Torres e Efigênio Salles, não foi retirado do local porque órgãos não localizaram condutor



1.jpg De acordo com os bombeiros, o veículo pegou fogo no dia 22 de abril e foi abandonado no canteiro central da via
06/05/2015 às 11:20

Um veículo incendiado, abandonado há 15 dias no canteiro central da alça viária que liga a avenida Governador José Lindoso (Torres) à avenida Ephigênio Salles, na Zona Centro-Sul, chama a atenção de quem passa pelo local.

Ele pegou fogo após um acidente, por volta das 18h do dia 22 de abril, mas ainda não foi retirado do local e ainda hoje compõe a paisagem do canteiro central, tomado pelo mato que cresce e já começa a esconder a carcaça.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o veículo é um Peugeot 206 de cor prata, cuja placa derreteu ou foi retirada, não possibilitando a identificação do veículo. Ainda segundo o órgão, os condutores não foram identificados no dia do incêndio porque eles deixaram o local antes da chegada da polícia.

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) também atendeu a ocorrência no dia 22 de abril, mas não identificou os responsáveis pelo veículo incendiado. Sem a identificação, os órgãos não realizaram retirada do veículo do local, que ainda não tem prazo para acontecer.

“É um absurdo em uma avenida com esse movimento ter uma carcaça de carro abandonada, enfeiando o canteiro central. Os órgãos públicos devem cuidar da cidade, e isso inclui evitar que ela se transforme em uma lixeira a céu aberto, encontrando os responsáveis e punindo-os por isso. Já pensou se todo mundo resolve jogar na calçada tudo que já não serve mais?” criticou a personal trainer Ana Amorim, 35, que costuma caminhar pelo local.

Denúncias

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran - AM) veículos só são removidos se estiverem  atrapalhando a passagem do pedestre ou o trânsito.  Em casos como o do Peugeot incendiado, em que os veículos estão em canteiros centrais, a denúncia deve ser feita junto ao Manaustrans, por meio do  0800 092 1188.

O Detran ainda  informou que a única forma de identificar o dono do veículo é pelo número do chassi, mas que isso só pode ser feito mediante solicitação do Manaustrans.

Os órgãos também informaram que uma denúncia ou requerimento são fundamentais para a remoção dos veículos, uma vez que não são realizadas fiscalizações diárias. Quando o problema é identificado e o condutor localizado, o Manaustrans dá um prazo de 48 horas para que o proprietário faça a remoção, caso o contrário o veículo é recolhido ao parqueamento.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.