Quinta-feira, 18 de Abril de 2019
publicidade
96972891-467b-4b47-8978-9cc627c4ee10.jpg
publicidade
publicidade

PERIGO

Incêndio atinge fábrica de isopor e fogo é controlado em menos de vinte minutos

Por conta do material em combustão, incêndio produziu uma fumaça de grandes proporções que pôde ser vista de longe


02/09/2017 às 14:29

Um incêndio de pequenas proporções  foi registrado neste sábado (2) na fábrica de isopor Prestige da Amazônia, localizada  na rua Santa Bárbara, no bairro da União, Zona Centro-Sul de Manaus. O fogo foi controlado rapidamente mas os funcionários  foram liberados do serviço.

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), o incêndio aconteceu em um foco isolado, no setor onde a matéria prima é manuseada e, devido ao calor, o material entrou em combustão. A corporação foi acionada pela Polícia Militar por volta das 14h.

Para o combate foi enviada a viatura ABT-30, contudo a brigada de incêndio da fábrica já estava atuando quando a equipe do Corpo de Bombeiros chegou ao local. O técnico de segurança da empresa, Bruno Gomes, destacou que a brigada de incêndio da empresa atuou rapidamente e controlou as chamas. Houve apenas danos materiais.

"A equipe sempre é  treinada para atuar nesse tipo de ocorrência. O corpo de Bombeiros foi acionado e ninguém ficou ferido", afirmou Gomes.

Cerca de 40 funcionários estavam trabalhando e foram dispensados nesta tarde.

O tempo de resposta da corporação, segundo a assessoria, foi de cinco minutos. "O fogo foi controlado em menos de vinte minutos", afirmou o capitão Janderson Lopes.

O CBMAM não chegou a usar o carro de combate a incêndio, uma vez que os brigadistas estabeleceram linhas de combate a incêndio diretamente do sistema da própria empresa, que possui autonomia de 150 mil litros de água.

Conforme o CBMAM, a empresa está toda regular e possui, além da brigada atuante, o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros atualizado.

Apesar de ter sido logo controlado, o incêndio, por conta do material em combustão, produziu uma fumaça negra de grandes proporções que pôde ser vista de longe.

Moradores informaram que ficaram assustados com a fumaça. "É  a segunda vez que acontece isso aqui. A gente fica com medo porque eles trabalham com muita material inflamável e na primeira vez houve uma explosão muito forte", concluiu o predeiro  Dionísio Maciel.

publicidade
publicidade
Ônibus da linha 315 pega fogo e precisa ser evacuado dentro do T1 em Manaus
Notre-Dame pode ser reconstruída em até cinco anos, diz presidente francês
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.