Quinta-feira, 18 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Manaus

Incêndio causado por fogos de artifícios atinge fábrica de estofamento no Mauazinho, zona Leste de Manaus

De acordo com a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros, a suspeita é que o incêndio tenha começado com os disparos de fogos de artifícios nas proximidades, após o jogo do Brasil


04/07/2014 às 22:32

Um incêndio em uma fábrica de sofá localizada no bairro Mauazinho, Zona Leste de Manaus, ocorreu nesta sexta-feira (4), por volta das 18h10, logo após o jogo entre Brasil e Colômbia. Três viaturas do Corpo de Bombeiros foram acionadas pára apagar as chamas. Ninguém ficou gravemente ferido.

A suspeita, de acordo com a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros, era de que o incêndio tinha começado devido aos disparos de fogos de artifícios nas proximidades, uma vez que tudo começou logo após a vitória do Brasil.

O local, que mede 10x6, funcionava como deposito de colchões, sofás e folhas de compensados em MDF. A fábrica era coberta apenas com telhas de alumínio e presas em uma armação de ferro. No interior da fábrica existiam muitos materiais classificados como “combustível”. A hipótese de um dos fogos ter caído no local e iniciado tudo não é descartada.

Em menos de dez minutos, os bombeiros chegaram ao local. Duas casas ao lado do imóvel também foram atingidas pelo fogo, sendo uma delas habitada. Após os primeiros atendimentos feitos SAMU, uma das vítimas, que não teve o nome revelado, foi liberado.

“O local ainda irá passar por uma perícia para saber qual foi o real motivo da ocorrência”, disse o tenente do Corpo de Bombeiros Janderson Lopes.

publicidade
publicidade
Dificuldade de aprendizagem em crianças é tema de workshop em Manaus
Karateca amazonense realiza últimos preparativos para disputa na Bolívia
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.