Publicidade
Manaus
Manaus

Incêndio em empresa do Distrito é registrado nesta quinta-feira (5)

O fogo começou por volta das 18h45 e quatro viaturas do Corpo de Bombeiros estão no local e tentam apagar o incêndio 07/09/2013 às 15:23
Show 1
O incêndio aconteceu na empresa Aditex de produtos aditivos e soluções localizada no Distrito Industrial
acritica.com* Manaus, AM

Um incêndio de grandes proporções foi registrado no começo da noite desta quinta-feira (5) na empresa Aditex - de produtos aditivos e soluções usadas em insumos para argamassas - localizada na avenida dos Oitis, no Distrito Industrial, Zona Leste de Manaus.

De acordo com o tenente João Filho, o fogo começou por volta das 18h45 e oito viaturas do Corpo de Bombeiros estão no local, incluindo uma jamanta de 37 mil litros de água e mais duas de 15 mil.

Por volta das 21h, o fogo já tinha destruído toda a empresa e ainda não estava controlado. Nos fundos da Aditex, está a empresa rodoviária Aruanã, que mantém neste local sua bombas de gasolina e diesel, utilizadas para reabastecer os coletivos.

Com um rápido e contínuo aumento das chamas, a preocupação dos Bombeiros é que o fogo chegue até a Aruanã e tentam controlar as chamas o mais rápido possível.

O coronel Mauro Freire comanda a equipe com cinquenta bombeiros e informou a equipe de A Crítica que, durante o princípio do fogo, apenas um vigilante estava na empresa e acionou a corporação assim que sentiu o cheiro da fumaça.

Ninguém ficou ferido e o fogo tomou conta de toda a dependência da fábrica, causando a perda total dos equipamentos e materiais. A princípio, o coronel havia informado que não havia risco do incêndio se espalhar, mas foi desmentido pelo sinistro.

O advogado da Aditex, Rafael Oliveira, esteve no local e informou para a imprensa que no galpão não havia produtos tóxicos ou inflamáveis. O material da argamassa utilizada na construção civil tinha 90% da produção enviada para São Paulo e 10% destinada ao mercado local. A empresa atua há 15 anos na cidade e tem cerca de 25 funcionários.

*Colaborou a repórter Jéssica Vasconcelos do Jornal A Crítica

Publicidade
Publicidade