Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
Manaus

Incêndio supostamente criminoso destrói casas de madeira no bairro Morro da Liberdade, em Manaus

Namorado de um dos moradores do local teria colocado fogo em um colchão e causado o sinistro. Três casas foram atingidas, uma delas com perda total



1.gif Polícia investigará se o incêndio foi realmente criminoso
19/01/2015 às 17:05

Um incêndio, supostamente criminoso, destruiu três casas de madeira no fim da manhã desta segunda-feira (19) no beco São Domingo (antigo Joana D’Arc), no bairro Morro da Liberdade, Zona Sul de Manaus. O fogo teria começado porque o namorado de um dos moradores, identificado como Franksuel Souza de Oliveira, 18, vulgo “Chicão”, teria incendiado um colchão e provocado o sinistro.

Segundo a moradora Francisca dos Santos Taveira, dona de uma das casas, o “Chicão”, namorado do primo dela, o Elvis Silva dos Santos, 35, foi quem ateou fogo no colchão, e fugiu em seguida. “Ele estava com duas facas na mão e disse: eu coloquei fogo mesmo e daí e foi embora correndo”, afirmou Francisa. 



De acordo com Francisca, “Chicão” é usuário de drogas. Ele teria chegado pela manhã e exigido entorpecentes de alguém, como não encontrou, ele colocou fogo na casa. “Todos saíram correndo das casas, o fogo pegou muito rápido, em uma casa tinha meu tio Denilson Cordolina, 27, que estava dormindo, mas ele não ficou ferida”, disse.

Conforme o Corpo de Bombeiros, o fogo teve início por volta das 11h20. Três viaturas foram enviadas ao local para conter as chamas e a rede elétrica foi desligada para evitar a proliferação do fogo. As três casas ficaram destruídas e uma teve perda total. A área teve que ser isolada pela Defesa Civil Municipal.

A Polícia Militar esteve no local para dar apoio à ação dos bombeiros, bem como agentes de trânsito do Manaustrans isolaram ruas próximas e desviaram o fluxo de veículos. Peritos criminais compareceram ao beco Joana D’Arc para recolher vestígios do incêndio e a Polícia Civil investigará se o incêndio foi realmente criminoso.

Assassino

Conforme um investigador da Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS), Franksuel ou “Chicão” é um assassino procurado pela polícia por matar com sete facadas um pastor no bairro Morro da Liberdade, ano passado. Ele possui um mandado de prisão preventiva em nome dele e foi capturado no 2º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e levado para a DEHS.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.