Publicidade
Manaus
PROTESTO

Indígenas fazem protesto neste domingo (20) contra nova regra na demarcação de terras

Ato deve acontecer neste domingo (20) no Largo São Sebastião. Indígenas de várias etnias reivindicam que a demarcação seja transferida novamente para a Funai 19/01/2019 às 11:56 - Atualizado em 19/01/2019 às 11:58
Show 14 c8f4a581 0c0d 4d8a 97a7 5838a8041dac
Foto: Arquivo A Crítica
acritica.com

Indígenas de várias etnias realizam na tarde deste domingo (20), em Manaus, uma manifestação contra a autonomia do Ministério da Agricultura na demarcação de terras, medida tomada pelo governo de Jair Bolsonaro. Aproximadamente 500 pessoas devem participar do ato, que inicia às 15h, no Largo de São Sebastião, Centro Histórico da capital amazonense.

O protesto é realizado pela Coordenação de Povos Indígenas de Manaus e do Entorno (Copime), em conjunto com movimentos sociais e organizações não-governamentais (ONGs). De acordo com Kelly Oliveira, voluntária do Greenpeace, os índios vão reivindicar que a demarcação de terras indígenas seja transferida novamente para a Fundação Nacional do Índio (Funai). Segundo ela, eles pretendem realizar uma série de ações até que sejam ouvidos.

“(Somos) contra a medida provisória, assinada pelo governo Bolsonaro, que enfraqueceu a Funai e deu aos ruralistas o poder de demarcação das terras indígenas e quilombolas. Isso é um ataque aos direitos indígenas”, afirma.

No primeiro dia de mandato, o presidente da república Jair Messias Bolsonaro editou a Medida Provisória (MP) 870/19, que transferiu o poder de demarcação de terras indígenas, da Funai – vinculada ao Ministério da Justiça – para o Ministério da Agricultura. As terras quilombolas eram definidas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em conjunto com Casa Civil.

Publicidade
Publicidade