Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020
FLUXO

Inicia obra para construção de nova alça de retorno na avenida Coronel Teixeira

Com a abertura da nova alça de retorno, os condutores que seguem no sentido bairro/Centro poderão passar para a faixa de sentido contrário (Centro/bairro), fazendo a manobra com segurança



obra.JPG Foto: Divulgação
08/05/2018 às 21:03

Os serviços para implantação de uma nova alça de retorno na avenida Coronel Teixeira, na Ponta Negra, Zona Oeste, foram iniciados nesta semana pela Prefeitura de Manaus. A construção da estrutura pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) complementa o projeto de segurança viária na avenida.

O projeto de segurança iniciou, no mês passado, com o fechamento de canteiros centrais da via utilizados para manobras arriscadas de condutores que tentavam retornar o itinerário.



“Estamos na finalização dos serviços de topografia e, em seguida, será feita a retirada dos postes de iluminação pública, além da limpeza implantação de drenagem profunda e terraplanagem. A previsão é que em 60 dias o trabalho no local seja concluído”, informou o secretário municipal de Infraestrutura Kelton de Aguiar Silva.

Com a abertura da nova alça de retorno, os condutores que seguem no sentido bairro/Centro poderão passar para a faixa de sentido contrário (Centro/bairro), fazendo a manobra com segurança. “A construção da nova alça segue a determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto, que é garantir segurança nas intervenções viárias da cidade”, assegurou o diretor presidente do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), Franklin Pinto.

Após finalizada a fase de infraestrutura, o Manaustrans irá implantar sinalização vertical e horizontal para assegurar a utilização adequada da alça de retorno e possibilitar maior fluidez no trânsito e maior segurança dos condutores.  

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) realizou o procedimento de transplantio de mudas de árvores plantadas na área da intervenção.  A finalidade é garantir a sobrevivência das mudas que já estão com aproximadamente 3 metros de altura. Foram remanejadas, no total, 14 árvores, sendo oito pau-pretinhos, dois ipês, uma jutairana, uma sumaúma, um oitizeiro e um dendezeiro.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.