Quinta-feira, 05 de Dezembro de 2019
Manaus

Início de motim em presídio de Manaus resulta na destruição de 29 portas e 17 grades

Detentos que cumpriam pena no Centro de Detenção Provisória (CDP), no Km 8 da BR-174, causaram tumulto nos pavilhões 3, 4, 5 e 6 da unidade



1.jpg Segundo a Seap, as celas e grades quebradas que já começaram a ser soldadas
18/12/2015 às 10:13

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou nesta sexta (18) que houve início de motim no Centro de Detenção Provisório de Manaus (CDPM) na tarde de ontem, quinta.

O tumulto ocorreu nos pavilhões 3, 4, 5 e 6 da unidade. Segundo a Seap, os internos danificaram 29 portas de celas e 17 grades foram quebradas, que já começaram a ser soldadas pelos funcionários da empresa Umanizzare.



De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária, os detentos fizeram o motim para tentar resistir às determinações e mudanças de procedimentos determinadas pelo secretário da Seap, Pedro Florêncio. A situação foi controlada e a Seap enviou servidores para apoiarem a situação.

Vistoria em Coari

Na quarta-feira, a Unidade Prisional de Coari passou por uma revista da Seap, dentro do cronograma de visitas feitas às unidades prisionais do interior com objetivo de conhecer as instalações, buscar melhorias e corrigir falhas. No presídio de Coari 79 homens cumprem penas.

A visita foi comandada pelo coordenador do sistema penitenciário, major Lima Júnior. “Em Coari a situação não é muito diferente do restante do Amazonas, mas nós estamos trabalhando para buscar melhores condições de trabalho e assistência aos presos”, disse.

Durante o procedimento, foram encontrados e retirados nove celulares, 29 trouxinhas de maconha, uma porção de substância entorpecente e R$ 29 em espécie. Tesouras, estoques e materiais cortantes também foram retirados das celas.

“Os presos que moram nas celas onde tinham drogas e celulares vão receber punição. Mais uma vez, estamos mostrando que ao desrespeitarem as regras eles são os mais prejudicados”, ressaltou o major Lima Júnior.

Com a visita, o coordenador espera conseguir corrigir procedimentos para aumentar a segurança na unidade. “A direção está sendo orientada a mudar alguns pontos, principalmente em relação à entrega de materiais e alimentos, visitas e manutenção do presídio”, disse Lima Júnior.

Segundo a Seap, essa foi a terceira revista em unidades do interior nos últimos oito dias. A ação contou com o apoio do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

Itacoatiara e Tefé

No último dia 8 de dezembro, o coordenador do sistema penitenciário esteve na Unidade Prisional de Itacoatiara, e na manhã de terça-feira (15), realizou procedimento na Unidade Prisional de Tefé.

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.