Sábado, 22 de Janeiro de 2022
PERÍODO DAS CHUVAS

Início do inverno amazônico deve ser de chuvas acima do normal, alerta especialista

Se o ano de 2021 tem sido de chuvas mesmo durante a época de seca, o início do inverno no Amazonas deve registrar chuvas acima do normal até para o inverno.



show_1_2F334D07-119D-4258-B3FB-80F761ACE944.jpg Foto: Arquivo/AC
30/10/2021 às 09:00

A chegada dos dois últimos meses do ano marca também o começo do chamado ‘inverno amazônico’ em toda a região Norte do País. E se o ano de 2021 tem sido de chuvas mesmo durante a época de ‘seca’, o início do inverno no Amazonas deve registrar chuvas acima do normal até para o inverno. Isso é o que afirma o Dr. Flávio Natal, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). 

Segundo Flávio, este ano tem sido de chuvas acima do normal por conta do fenômeno La Ninã, um evento climático natural que resfria as águas do Oceano Pacífico e que resulta na alteração da distribuição de calor e umidade em várias partes do globo.



“Basicamente o ano de 2021 está sendo um ano muito chuvoso, com exceção do mês de abril, que foi um mês normal. O único que foi seco mesmo foi setembro, mas o restante do ano foi de chuva, inclusive em um período que é para ser seco, que vai de julho até meados de outubro. Isso está basicamente associado ao padrão térmico do oceano pacifico equatorial, que tem estado mais frio do que o normal e só agora que nos temos uma situação de La niña, mas o ano todo ele ficou ligeiramente mais frio”, afirma o Dr. em Meteorologia.

Para se ter uma ideia, o mês de agosto – que segundo Flávio Natal é quase sempre um mês seco e quente – deste ano registrou aproximadamente 70 milímetros de chuvas, o que é quase três vezes acima do normal. Segundo o meteorologista, este foi o agosto mais chuvoso em Manaus desde o início das observações do Inmet.

“Com relação às temperaturas, nós tivemos alguns dias mais quentes, mas devido as chuvas recorrentes ao longo do ano, não houve uma sequencia de dias muito quentes”, ressalta.

Para o mês de outubro, que pode ser considerado um mês de transição entre o período de seca e a chuva, registra até o momento, segundo o Inmet, um acumulado de chuva de 168 milímetros, sendo que a média deste mês em anos anteriores fica entre 70 e 120 milímetros. 

Esta média de chuvas na região norte do Brasil, mais especificamente no Amazonas, tende a aumentar entre novembro e janeiro, segundo o especialista do Inmet. 

“A previsão para os próximos três meses é também de chuvas acima do normal, justamente porque agora nos temos um La Niña mais definido”, finaliza o Dr. Flávio Natal.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.