Publicidade
Manaus
CHUVA

Temporal que atingiu Manaus hoje é o maior de 2019; previsão é de mais chuvas

Segundo Inmet, apesar da intensidade da chuva, a quantidade ainda é considerada abaixo do esperado. Um adolescente de 14 anos morreu após ser atingido por um desabamento de muro 10/01/2019 às 12:34 - Atualizado em 10/01/2019 às 16:38
Show chuva 77eeae69 a6a5 41a6 b03b 2e196c27870a
Foto: Arquivo A Crítica
Karla Mendes Manaus (AM)

Após a forte chuva que atingiu Manaus desde a madrugada desta quinta-feira (10), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) afirmou que mais chuvas estão previstas para a capital nos próximos dez dias. O temporal de hoje, segundo o órgão, é o maior registrado nos primeiros dez dias de 2019. Devido à força da chuva, a parede de uma casa desabou e matou adolescente de 13 anos.

O Inmet ressaltou que, apesar da intensidade da chuva desta quinta (10) ser a maior do ano até agora, a quantidade registrada é considerada abaixo do esperado para o período. De acordo com o meteorologista Flávio Natal, de 1º de janeiro até a manhã de hoje, o Inmet registrou 70 milímetros de chuva na capital, sendo 40 milímetros registrados apenas durante madrugada até as 10h desta quinta-feira (10).

Para os próximos dias, o Inmet prevê temperaturas mínimas de 24ºC a 26ºC e máximas de 30ºC e 32ºC. As temperaturas médias também são consideradas abaixo do esperado para o período. A menor temperatura registrada no ano foi nesta quinta com mínima de 22ºC.

Em se tratando do Estado do Amazonas, a região do Centro-Leste, onde estão localizados os municípios de Manaus, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Parintins e Maúes, será a mais afetada pela chuva nos próximos dez dias.

Fevereiro

De acordo com o meteorologista Flávio Natal, a previsão é que sejam registrados de 250 a 340 milímetros de chuva no próximo mês. Segundo ele, fevereiro não terá uma grande quantidade de chuvas.

“O mês de fevereiro dependerá do acoplamento oceânico atmosférico do fenômeno ‘El Niño-Oscilação do Sul’. Até o momento apenas as condições oceânicas indicam a presença do fenômeno. Tudo indica que o fenômeno El Niño será mesmo um evento fraco, no máximo moderado e não deverá representar grandes reduções nos totais de chuva para o mês”, explica.

Publicidade
Publicidade