Sábado, 18 de Janeiro de 2020
INVESTIGAÇÃO

Inquérito que apura morte de 17 suspeitos irá para a Justiça nesta semana

Caso aconteceu no dia 30 de outubro, no bairro São Lázaro, Zona Sul de Manaus, durante um suposto confronto entre grupos criminosos e policiais da Rocam



show_pm_97C9F712-2AAB-4323-A2C9-38D3CE1FBF79.JPG Foto: Reprodução/WhatsApp
04/12/2019 às 07:15

O titular da Unidade de Apuração de Ilícitos Penais (UAIP), delegado Josué Rocha disse ontem (3) que o inquérito que apurou a morte de 17 pessoas ocorridas no dia 30 de outubro no bairro São Lázaro, Zona Sul de Manaus durante suposto confronto com policiais militares do Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), deverá ser encaminhado à justiça ainda nesta semana.

De acordo com o delegado, as investigações aconteceram dentro da normalidade, foram ouvidos os policiais envolvidos no caso, familiares das vítimas e moradores da comunidade. Até ontem não havia ninguém indiciado. De acordo com Rocha, ele ainda está fazendo a individualidade de cada um dos envolvidos na ação para depois indiciá-los.



O delegado preferiu não dar maiores informações sobre o inquérito. As investigações tiveram o acompanhamento de membros do Ministério Público, especificamente da Promotoria do Controle Externo da Atividade Policial (PROCEAP), que inicialmente chamou de massacre.

As mortes aconteceram durante a noite numa ação da polícia para conter grupos criminosos na Zona Sul de Manaus. Segundo a polícia, as vítimas são integrantes de uma facção que planejava homicídios contra um grupo rival. Nenhum PM se feriu.

No dia do ocorrido, em entrevista coletiva o comandante geral da PM, coronel Ayrton Norte, disse que a polícia recebeu denúncia de que, ao menos, 50 pessoas armadas estariam em um caminhão baú, em direção a um beco conhecido como JB Silva, na Rua Magalhães Barata, entre os bairros Crespo e Betânia, na Zona Sul.

Durante a abordagem nenhum policial ficou ferido, a maior parte dos suspeitos conseguiu fugir. Ainda não se tem informações sobre a localização do caminhão que era usado pelo grupo. Todos os 17 baleados foram retirados do local e levados para o Pronto-Socorro e Hospital 28 de agosto, onde foram confirmadas as mortes. Um dos mortos foi identificado como sendo Alexsandro Custódio de Carvalho, de 16 anos

Leia mais >>>> Conflito entre traficantes e PMs no Crespo é destaque de jornais da Europa

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.