Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2020
SERVIÇO

Inscrição para Jovem Aprendiz ocorre neste sábado (18) no Clube do Trabalhador no Sesi

O Centro Literatus estará oferecendo também no local serviços gratuitos de estética e saúde



jovem_C0889873-8D3A-4060-8A8F-5004F23A0E93.JPG Foto: Divulgação
17/08/2018 às 17:54

O Centro Literatus (CEL) estará neste sábado (18), das 9h às 14h, no Clube do Trabalhador do Sesi, na Zona Leste, participando do Dia Nacional da Construção Social. No local, a instituição estará oferecendo serviços gratuitos de estética e saúde, e também realizando a inscrição de interessados em participar do Jovem Aprendiz.

Através do programa, os jovens se capacitam para atuar no mercado de trabalho e é uma forma de as organizações suprirem a sua demanda e darem chance para quem busca experiência. O CEL oferece mais de 20 opções de cursos voltados para aprendizes, entre eles, Assistente Administrativo, Vendedor de Comércio Varejista e Operador de Logística.



Os jovens que participam do programa têm direito ao registro em carteira de trabalho, 13º salário, fundo de garantia, INSS, vale-transporte, férias e jornada de trabalho de 4 ou 6 horas.

Serviços gratuitos

Massagem relaxante, limpeza de pele facial, avaliação nutricional, cálculo do Índice de Massa Corpórea (IMC), aferição de pressão e orientações de prevenção de diabetes e hipertensão estão entre os serviços oferecidos no Dia Nacional da Construção Social.

“Além de proporcionar atendimento gratuito à população, o Centro Literatus permite que o estudante possa compartilhar o conhecimento técnico adquirido durante as aulas”, informou o coordenador Márcio Gonçalves. Doze alunos e três professores da instituição participam da atividade. O evento é promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM) e Serviço Social da Indústria da Construção Civil de Manaus (Seconci Manaus) e irá oferecer diversos outros serviços gratuitos em parceria com instituições da cidade.


Mais de Acritica.com

20 Jan
trans_8C3DB8BB-BCF9-43E8-B068-3BED79D3DBF5.JPG

Mutirão retifica nomes e assegura identidade de travestis e transsexuais

20/01/2020 às 20:27

Como o procedimento feito diretamente no cartório não é tão simples (a lista de documentos exigidos é extensa) e nem sempre é barato (custa em média entre R$350 a R$ 400), a ação visa não somente facilitar a vida das pessoas transexuais que desejam alterar o nome e gênero de registro em sua documentação de nascimento, como também vai acompanhar e custear a certidão de tabelionato de protestos


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.