Publicidade
Manaus
EDUCAÇÃO

Inscrições do Bolsa Idiomas são prorrogadas até 4 de janeiro; confira

Estão disponíveis 14.964 bolsas de 50%, 75% e 100%. Para concorrer é preciso ser residente em Manaus, com idade a partir de 16 anos, estar cursando ou ter concluído o ensino médio e renda per capita (por pessoa da família) de até 2,5 salários mínimos 28/12/2018 às 17:19
Show bolsa idiomas ad4e753c bed6 4729 b6ff 8b2f8b231d8f
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Os interessados em concorrer às 14.964 bolsas de 50%, 75% e 100% do Programa Bolsa Idiomas terão o prazo estendido para se inscrever. Devido à alta procura, nesta sexta-feira (28), a Prefeitura de Manaus prorrogou as inscrições até as 17h, da próxima sexta-feira (4), pelo site http://portalespi.manaus.am.gov.br.

Coordenado pela Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), por meio da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), o programa oferece bolsas de inglês, espanhol, alemão, francês, italiano, japonês e mandarim a pessoas de baixa renda.

De acordo com o secretário da Semad, Lucas Bandiera, a decisão pretende ampliar a oportunidade de mais pessoas terem acesso ao aprendizado de idiomas, visto que muitos deixaram a inscrição para a última hora. 

Bandiera frisa que, para participar do Programa, é preciso ser residente em Manaus, com idade a partir de 16 anos, estar cursando ou ter concluído o ensino médio e renda per capita (por pessoa da família) de até 2,5 salários mínimos. “Candidatos que recebem bolsas de idiomas mantidas pelo poder público não estão aptos a participar do programa”, alerta.

Um total de 11 instituições parceiras participam nesta edição do Bolsa Idiomas: Argus, Aslan, Dom Bosco, Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam), Fucapi, Inglês e Companhia, Instituto Cultural Brasil-Estados Unidos (Icbeu), Multicursos, My Way Idiomas, Quality e Yes Idiomas.

Após o fechamento do período de inscrições online, na próxima sexta-feira, 4/1, será realizada a classificação dos candidatos pelo sistema por meio de cruzamento de dados. A divulgação do resultado e a primeira chamada estão previstas para a primeira quinzena de janeiro de 2019. “Após o resultado, convocaremos os classificados para a entrega de documentação, em que devem comprovar o que foi declarado durante as inscrições eletrônicas”, explica Bandiera.

A classificação dos inscritos será processada pelo sistema de acordo com as vagas disponíveis em cada curso, turno, dias de aula e instituição, com prioridade para os de renda familiar per capita mais baixa. Em caso de empate, os critérios para desempate serão voltados para quem tiver cursado todo o ensino médio em escola pública, ou obtiver maior tempo de ensino médio em escola pública e a quem tiver maior idade.

Publicidade
Publicidade