Publicidade
Manaus
São Vicente

Instituto Amazônia oferece aulas gratuitas de inglês para moradores de comunidade

As aulas de inglês oferecidas aos sábados na comunidade vieram a somar às atividades oferecidas na Casa do Frei, que é a sede do braço social do projeto de requalificação da área 23/11/2016 às 15:46 - Atualizado em 23/11/2016 às 16:14
Show aula de ingl s   casa do frei 2
Desde os alunos pequenos até os grandes, falar inglês durante a aula é um forma de aproximação deles com o idioma (Foto: Divulgação)
acritica.com Manaus (AM)

O desejo de oferecer oportunidades através do conhecimento motivou a professora e empresária Cecília Guerra a levar para a Comunidade São Vicente, no Centro Antigo de Manaus, todo o conteúdo de língua inglesa ministrado no Instituto de Idiomas Mackinley, de forma voluntária e gratuita. Com 23 anos de atuação em Manaus, o Instituto de Idiomas Mackinley  se destaca por ser uma escola independente, não franqueada, que tem como missão oferecer o ensino das línguas inglesa, espanhola e francesa no nível da excelência.

A iniciativa é uma parceria entre a empresária e o Instituto Amazônia que já desenvolve um relevante trabalho sociocultural juntos aos moradores da comunidade. As ações de cunho social e formativo fazem parte do projeto de Requalificação Urbana do Espaço São Vicente, proposto pelo Instituto Amazônia, que visa a readequação arquitetônica desse fragmento do sítio histórico, resgatando o patrimônio e valorizando o espaço, rico em história e cultura.

As aulas de inglês oferecidas aos sábados na comunidade vieram a somar às atividades oferecidas na Casa do Frei, que é a sede do braço social do projeto de requalificação, intitulado Caminhos do Frei. Para Cecília, esse ensinamento gratuito com todo o conteúdo lecionado no instituto é uma forma de colaborar com o desenvolvimento da comunidade e gerar possibilidades a partir do estudo.

“O nosso problema no Brasil é que as oportunidades não são iguais. Se as oportunidades fossem iguais, lá na frente, adulto, se você quiser vier gari ou médico não interessa. O que interessa é que você recebeu as mesmas oportunidades. A falta de oportunidade tira das pessoas a possibilidade de melhorarem de vida, de terem horizontes diferentes”, comenta a empresária.

Formada em Direito pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Cecília Guerra lecionou no Instituto Cultural Brasil – Estados Unidos (ICBEU) e lá descobriu-se professora. Ao montar sua própria sede de ensino, implantou o método de aula baseado na conversação. Desde os alunos pequenos até os grandes, falar inglês durante a aula é um forma de aproximação deles com o idioma.

“É  uma convivência. A língua não é uma coisa teórica que só existe quando abre o livro. A língua é feita para interação, comunicação, dizer o que sente, reclamar. Ela é feita pra tudo. E ela é usada dessa maneira na escola”, explica Cecília ao falar do método de ensino aplicado, que possui 10 módulos de duração (cada módulo com 48 horas de aula) para formar o aluno.

As aulas na Casa do Frei são ministradas aos sábados pela professora voluntária Mila, que é universitária do curso de Letras e leciona no Instituto Mackinley.

Publicidade
Publicidade