Publicidade
Manaus
Manaus

Internas fazem motim para reivindicar visitas íntimas e caixa de gelo em penitenciária do AM

As presas organizaram o tumulto interno por volta de 9h30 e meia hora depois a situação foi resolvida pelo Comando de Policiamento Especializado 25/05/2013 às 12:28
Show 1
Ana Cláudia Chaves Lobo, 23, Nilza Cesarina Conceição, 21, e Ariane Neves de Souza, 21, foram apontadas como líderes do motim
Bruna Souza Manaus, AM

Detentas do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado Km 8 da BR-174 realizaram um motim na manhã deste sábado (25). Na ocasião, dois agentes penitenciários foram feitos reféns. De acordo com a polícia a situação foi contornada e os reféns liberados em menos de uma hora.

Os policiais militares do Comando de Policiamento Especializado (CPE) foram chamados para conter a ação das detentas. Eles foram coordenados pelo coronel Aroldo Ribeiro, com apoio da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e a tropa de choque da PM.


Segundo o coronel, as presidiárias fizeram o motim para reivindicar a liberação de visitas íntimas, entrada de comida no presídio, banho de sol e uma caixa de gelo. As presas organizaram o tumulto interno por volta de 9h30 e meia hora depois a situação foi resolvida.

As detentas envolvidas no motim foram levadas ao 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Ana Cláudia Chaves Lobo, 23, Nilza Cesarina Conceição, 21, e Ariane Neves de Souza, 21, apontadas como líderes do motim, devem ser ouvidas pela polícia.

Os policiais realizaram uma revista dentro da unidade prisional ainda no fim da manhã deste sábado.

Publicidade
Publicidade