Sábado, 21 de Setembro de 2019
BURACO DE MURO

34 internos fogem por buraco de muro no Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa

Uma dona de casa disse que viu foragidos embarcando em ônibus das linhas 219 e 222. Pelo menos 17 já foram recapturados



99.jpg Foto: Gilson Mello
07/08/2017 às 10:59

Trinta e quatro internos fugiram na manhã desta segunda-feira (7), por volta das 10h, do Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa, unidade responsável por medidas socioeducativas com adolescentes que fica localizada na rua Vivaldo Lima, no bairro Alvorada, na Zona Centro-Oeste da capital.

Pelo menos 17 deles já haviam sido recapturados até as 11h20 de hoje. Segundo informações de funcionários do local, os internos escaparam por um muro localizado na parte de trás do Centro Socioeducativo.

Uma dona de casa de 40 anos falou que viu foragidos embarcando em ônibus na frente do centro socioeducativo. “Eu tinha ido pegar meu filho na escola e na volta vi cerca de cinco a oito rapazes de bermuda, camisa e descalços entrando em dois ônibus 219 e 222. Todos na rua ficaram com medo por que eles estavam correndo e mandando todos afastarem”, disse.

Desde a fuga, policiais militares da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) começaram as buscas por internos nas redondezas do bairro, principalmente nas ruas 4 e 6 do Alvorada. Até as 11h20 desta segunda-feira (7), o número de recapturados continuava em 17.

A responsabilidade pelo Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa é da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc). A titular da pasta, Graça Prola, visitou o local. “Houve uma revolta por parte de alguns internos que foram atacados com mijo de outros internos que ficam no isolamento. A partir daí 34 adolescentes arrombaram as portas das salas, quebraram a tampa do esgoto e, por fim, fizeram um buraco na parede de trás do centro, por onde fugiram”, disse a secretária.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.