Sábado, 20 de Abril de 2019
publicidade
zCID041601_p01_50650136-C943-41BC-B764-840A78502416.jpg
publicidade
publicidade

no interior do AM

Investigador da PC é denunciado por assédio sexual de adolescentes no AM

Denúncia feita ao Conselho Tutelar relata que o policial manteve relações sexuais com uma das vítimas até que a esposa dele descobrisse o caso. Menina foi agredida pela companheira do investigador


15/04/2019 às 21:34

O investigador da Polícia Civil Paulo Ricardo, que exerce a função de delegado no município de Eirunepé (distante 1.160 quilômetros de Manaus), foi denunciado ao Conselho Tutelar  da cidade por suspeita de envolvimento sexual com adolescentes. “Já fizemos todo o procedimento e encaminhamos a denúncia ao Ministério Público do Estado (MP-AM) e autoridades competentes para averiguar o caso”, ressaltou o conselheiro tutelar Marcelo Cavalcante, que acompanha o caso. 

Apesar da gravidade da denúncia, ele informou que ainda não pode dar detalhes sobre o caso. “Até por conta de ética, pois fere o código do Conselho Tutelar. Mas houve sim a denúncia e já foi encaminhada ao MP-AM”, justificou ele.

No entanto, o Portal A Crítica obteve com exclusividade a denúncia feita em março por um dos pais das adolescentes. No relato entregue ao Conselho Tutelar, a moça conta que manteve relações sexuais com o investigador Paulo Ricardo e que, após a companheira dele descobrir o caso extraconjugal, houve retaliação do policial civil e também da esposa que, segundo a denúncia, agrediu fisicamente a menina.

Denúncia

A denúncia enviada ao Conselho Tutelar de Eirunepé cita que a jovem manteve relações sexuais com o investigador dentro do apartamento dele. Segundo o depoimento da adolescente, depois do acontecido e também após a esposa do policial descobrir o caso, ela foi abordada durante a madrugada em uma casa de show da cidade pelo policial e levada, junto com outras adolescentes, para a sede da delegacia.

Conforme o depoimento, no local, a esposa do policial civil fez revista nas jovens e colocou uma delas, de idade não revelada, em uma sala reservada, onde foi agredida com tapas e puxões de cabelo, além de ter sido ameaçada de morte. 

Por telefone, o conselheiro tutelar ressaltou que só poderia dar mais detalhes sobre o caso para as autoridades competentes que estão apurando a denúncia. A reportagem tentou contato com o policial pelo número 92XX-83XX, mas sem sucesso.

 Investigação

O delegado geral adjunto da Polícia Civil, Orlando Amaral, teve ciência sobre o caso ontem. De acordo com ele, a denúncia contra o gestor de Polícia Civil no município, que atua como delegado, partiu de um vereador local, cujo nome não foi revelado.

De acordo com Amaral, as informações ainda são vagas. “A denúncia é sobre envolvimento do policial com meninas menores, mas, por enquanto, ainda é fofoca. Mesmo assim será investigado”, explicou Amaral.

Policial trabalhou em Manaus

Ainda segundo o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Orlando Amaral, caso seja constatada a veracidade da denúncia, o policial civil deve ser afastado das funções. “A denúncia partiu de um vereador do município, mas já designei o delegado mais próximo da cidade para investigar  melhor isso e esclarecer o caso”, afirmou Amaral. O espaço está aberto para que o policial civil Paulo Ricardo dê sua versão sobre o caso.

O policial, que atualmente já no município de Eirunepé, já foi lotado no 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Tarumã, na Zona Oeste, e também na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), no Parque das Laranjeiras, na Zona Centro-Sul,  além de outras unidades na capital amazonense.

publicidade
publicidade
Investigação não encontra indícios de que Trump obstruiu inquérito sobre a Rússia
Registro de casos de intolerância religiosa é baixo em delegacia de Manaus
publicidade
News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.