Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020
RECORDAR E AGRADECER

Itens oficiais dos bois Garantido e Caprichoso lamentam morte de Arlindo Jr.

"Arlindo é o maior artista da história do festival de Parintins, quiçá do Amazonas, um ser humano de inúmeras luzes", disse a cunhã-poranga do Caprichoso



david_D344D1F0-13F9-4E43-AB98-43AA39F312C3.jpg David Assayag e Arlindo Júnior durante apresentação no Festival Folclórico de Parintins deste ano. Foto: Euzivaldo Queiroz
30/12/2019 às 08:55

Sempre lembrado por sua alegria, os itens oficias dos bumbás Garantido e Caprichoso lamentaram a morte de um dos maiores ícones do Festival Folclórico de Parintins, Arlindo Júnior, aos 51 anos de idade, no último domingo (29), em Manaus. Por meio de suas redes sociais, os itens prestaram suas homenagens ao eterno Pop da Selva.

O atual Amo do Boi Caprichoso, Prince do Boi, afirmou que sempre lembrará de Arlindo sorrindo e contou umas das histórias que passou com o ídolo e amigo.



"Seus ensinamentos ficarão eternizados, suas histórias, sempre na memória, nossas alegrias e gargalhadas rindo de tudo. Lembro da gente correndo de um cachorro que nunca apareceu e nós arranhados pelos galhos onde corremos. [...]  Você me disse que não iria, que iríamos mudar a história da nossa cultura e que ajudaríamos ainda mais as pessoas, mas não deu, né mano. Papai do céu pediu pra você levantar aquela toada no Paraíso", escreveu Prince.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Sempre será com esse sorriso, que irei lembrar você, meu irmão querido. Eu sei que você não nos deixou, tenho plena certeza que você apenas está dormindo, um sono meu amigo que logo irá acordar. Seus ensinamentos ficarão eternizados, suas histórias, sempre na memória, nossas alegrias e gargalhadas rindo de tudo, lembro da gente correndo de um cachorro que nunca apareceu e nós arranhados pelos galhos onde corremos kkkkk. Ah, são tantos contos né mano, você me disse que não iria que íamos mudar a história da nossa Cultura que ajudaríamos ainda mais as pessoas, mas não deu né mano, papai do Céu pediu pra você levantar aquela toada no Paraíso, vá lá e "arrebente" bote quente, ensine as pessoas lá no céu a levantar os bracinhos e dar aquele gritinho, ooiiiiiiiiii, cadê gritinho da galeraaaaa.... Obrigado por tudo Meu irmão EU TE AMO e sempre vou te amar. Vai e me espera que a gente nao demora vai contar aquelas piadas tá bom? Vou ficar por aqui mais um pouco. Tchau seu Pedro até logo. 💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙

Uma publicação compartilhada por Prince do Caprichoso (@princedocaprichoso) em

A cunhã-poranga da nação azul e branca, Marciele Albuquerque, destacou em sua rede social que a cultural popular amazonense não seria tão grande sem a influência de Arlindo.

"Arlindo é o maior artista da história do festival de Parintins, quiçá do Amazonas, um ser humano de inúmeras luzes.
Merecia ter vivido muito mais, merecíamos ficar mais tempo com ele junto da gente, nos abastecendo de sua força, talento e alegria. Pop deixará um vazio insubstituível em todos os corações, azuis e até vermelhos. A cultura popular amazonense não seria tão grande sem a influência dele. E com certeza ficará menor agora sem ele", escreveu Marciele.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Arlindo, Um artista singular, Quantos da minha geração são torcedores azuis por sua influência. Arlindo é o maior artista da história do festival de Parintins, quiçá do Amazonas, um ser humano de inúmeras luzes. Merecia ter vivido muito mais, Merecíamos ficar mais tempo com ele junto da gente, nos abastecendo de sua força, talento e alegria. Pop deixará um vazio insubstituível em todos os corações, azuis e até vermelhos. A cultura popular amazonense não seria tão grande sem a influência dele. E com certeza ficará menor agora sem ele. Alce suas velas, deixe o vento norte te guiar, e que candelabros azuis te iluminem, siga tua viagem nosso pássaro sonhador. #arlindoeterno

Uma publicação compartilhada por MARCIELE ALBUQUERQUE 🏹 (@marciele.albuquerque) em

 

Galera do Garantido

O apresentador do Garantido Israel Paulain postou em sua conta no Instagram um vídeo em que ele e o Pop da Selva cantam a toada clássica "Boi do Carmo". O item n° 1 do boi da Baixa do São José aproveitou ainda para agradecer a amizade e toda a luta de Arlindo para difundir a identidade cultural do Amazonas pelo mundo.

 "Expresso aqui minha profunda tristeza pela partida de um dos maiores ícones da história do Festival Folclórico de Parintins. De tantos duelos que protagonizamos na Arena do Bumbódromo, nos palcos mundo afora sempre fomos defensores assíduos do nosso boi-bumbá, especialmente do ritmo que o identifica 'a toada', e comigo fica o legado entrelaçado do seu amor pela nossa identidade cultural que sempre nos orgulhará e terá sua assinatura. Mesmo com o meu coração dilacerado assim como de minha apaixonada nação vermelha e branca, eu preciso aceitar o chamamento divino e dizer: descanse na eternidade de Deus meu amado amigo @arlindojroficial e um dia nos encontraremos no céu para fazermos uma nova roda de toada alegremente. Amém!", destacou Israel.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Com esse vídeo histórico onde a emoção tomou conta da minha alma assim como dele e de todos, ao cantarmos juntos o clássico “Boi do Carmo”, muito identificado com sua carreira mesmo ele sendo azul na essência, expresso aqui minha profunda tristeza pela partida de um dos maiores ícones da história do Festival Folclórico de Parintins. De tantos duelos que protagonizamos na arena do bumbódromo, nos palcos mundo afora sempre fomos defensores assíduos do nosso “Boi Bumbá”, especialmente do ritmo que o identifica “a toada”, e comigo fica o legado entrelaçado do seu amor pela nossa identidade cultural que sempre nos orgulhará e terá sua assinatura. Mesmo com o meu coração dilacerado assim como de minha apaixonada nação vermelha e branca, eu preciso aceitar o chamamento divino e dizer: Descanse na eternidade de Deus meu amado amigo @arlindojroficial e um dia nos encontraremos no céu para fazermos uma nova roda de toada alegremente. Amém!

Uma publicação compartilhada por Israel Paulain (@israelpaulain) em

 

Amo do Boi por 24 anos, Tony Medeiros fez diversos elogios para o Pop da Selva. "Arlindo Júnior um amigo, um irmão, um artista. Pessoa de uma história linda, de caráter, digno de todas as homenagens que está recebendo. Cantar ao seu lado sempre foi maravilhoso e por isso minha homenagem em sua partida é lembrando de você da maneira mais linda possível, cantando. Descanse em Paz, Pop da Selva e das duas nações Arlindo Jr.", escreveu.

 

Outros itens do Garantido e Caprichoso lamentaram a morte do Pop da Selva em suas redes sociais, como o levantador e apresentador do Caprichoso, respectivamente David Assayag e Edmundo Oran, e o pajé do Garantido Adriano Paketá, mas preferiram desejar apenas que o ícone descanse em paz.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Descanse em paz, Arlindo Jr. Você foi um guerreiro.

Uma publicação compartilhada por David Assayag (@david_assayag) em

 

Arlindo Júnior vinha enfrentando uma dura batalha contra o câncer desde 2016. Descoberta inicialmente nos pulmões, a doença avançou para os ossos e também para o cérebro.  Ele fazia acompanhamentos em São Paulo e Manaus. O velório está ocorrendo no Centro de Convenções Vasco Vasquez - ao lado da Arena da Amazônia, na Zona Centro-Sul de Manaus.

News rafael seixas f19bfc74 2a6d 4824 91e0 ea63ab017774
Editor do Portal A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.